Piaui Hoje





Fim de jogo

Menino sofre queimaduras, tem pernas amputadas e morre após descarga elétrica em fio que caiu de rede de alta tensão

Atualizado em 30/04/2013 - 17:48 h
Tamanho da fonte: 15    
O corpo de Ana Carolina de Oliveira Silva, de 21 anos, em chamas. Ela  estava na calçada da avenida Kennedy, em Teresina, com o filho no colo O corpo de Ana Carolina de Oliveira Silva, de 21 anos, em chamas. Ela estava na calçada da avenida Kennedy, em Teresina, com o filho no colo (Foto: Reprodução)
Se sobrevivesse, o pequeno Hernesto Emanoel não poderia mais andar de bicicleta e nem jogar bola com os amiguinhos, como fazia sempre que podia – e a mãe deixava. Hernesto, que tinha nome de ex-presidente da República - só que com um "H" a mais – perdeu as duas pernas e morreu no HUT, após ser atingido por um fio de alta tensão, próximo de casa, no bairro Matadouro, zona Norte de Teresina, quando andava de bicicletaa.

Boletim médico

No meio da tarde, o diretor da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Prontomed, médico Marcelo Burlamarque Nunes, e médico intensivista, Carlos Flávio Lopes Bonfim, atestaram como gravíssimo o estado de saúde do menino, que estava sedado, respirando com a ajuda de aparelhos, após ser submetido à cirurgia de amputação das pernas “e escarificação de áreas cutâneas comprometidas", conforme o boletim assinado pela equipe médica. Nele, o hospital informava que Hernesto passaria por uma hemodiálise. Infelizmente, o pequeno não resistiu e hoje se tornou mais uma vítima de acidente provocado por queda de fios da rede de distribuição de energia.

Corpo carbozinado

Ana Carolina Oliveira, uma jovem cheia de vida, morreu carbonizada, em outubro de 2011, na Avenida Kennedy, zona Leste de Teresina, após sofrer uma descarga elétrica, virar fogueira e ter metade do corpo transformado em cinzas, ao tocar numa grade de ferro, que estava energizada por um fio de alta tensão caído da rede elétrica. Até hoje a família de Ana não conseguiu receber a indenização da Eletrobras pela morte da jovem. A empresa pediu nova perícia sobre as circunstâncias do acidente, que por pouco também não vitimou a filha de Ana.

Protelando a questão


“Eles querem nova investigação, mas a família e eu achamos que não há necessidades. O Instituto de Criminalística foi suficiente para esclarecer o aconteceu com ela. Acho que a Eletrobras está fazendo de tudo para estender o prazo o quanto der”, lamentou o advogado Antônio de Pádua, que defende a família da vítima. A Eletrobras pagando a pensão estipulada pela Justiça para os dois filhos de Ana Carolina, embora a assessoria jurídica da empresa continue recorrendo para suspender o benefício. “Eles impetraram um agravo judicial solicitando a suspensão do pagamento. As crianças dependem desse recurso. Eles moram com a mãe e com o pai e o dinheiro ajuda no sustento dos filhos de Ana”.

Mais vítimas

Em pouco mais de um ano, foram quatro mortes provocadas por queda de fios. Em 24 de janeiro de 2012, Sara Evelyn Neves de Sousa, de 1 ano e 8 meses morreu na calçada de casa, em Ilha Grande, no litoral do Piauí.  José Rodrigues Barbosa, de 54 anos, morreu eletrocutado na porta da casa de amigos, no dia 13 de abril de 2012, em Barras. No dia 16 de abril deste ano, Maria Honorato da Cruz, de 2 anos, morreu ao pisar num fio que caiu de uma gambiarra, no quintal de casa, no bairro Jardim Europa, em Teresina.

Perdas sucessivas

O governador Wilson Martins e os prefeitos presentes à reunião desta terça-feira (30), em Teresina, com os ministros da Integração Nacional, Fernando Bezerra; Turismo, Gastão Vieira, e Cidades, Agnaldo Ribeiro, além da ministra-chefe das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, ouviram a promessa de compensação das perdas de receitas pelos estados e municípios. Ideli Salvati avisou que os prefeitos terão uma estrutura aqui na capital para resolver os problemas na ponta.

Aqui mesmo

“Os prefeitos não precisarão mais ir a Brasília. Uma conversa com os representantes do Governo Federal em Teresina deve ajudar os gestores", adiantou Idelli Salvatti. "Teremos dez ministérios mais a Caixa Econômica, onde eles terão o detalhamento de como está cada uma das obras... A gente não pode impedir a seca, mas pode estar melhor estruturado para enfrentar sem sofrimento", consideera a ministra.

Direito e democracia

A deputada estadual Margarete Coelho (PP), especialista em direito eleitoral, participa na quinta-feira (02), às 16h30, do Seminário Estado Democrático de Direito, promovido pela Universidade Estadual do Piauí. A parlamentar abordará o sistema representativo democrático em todos os âmbitos.
 

Sobre a coluna "Pinceladas" Paulo Pincel é bacharel em Jornalismo (UFPI) e especialista em Marketing e Jornalismo Político (IEMP/Camilo Filho), escreve sobre todos os assuntos, com opinião crítica.

Comentarios



Assine nosso newsletter




© 2014. | Piauí Hoje | Todos os direitos reservados. Emails para contato: redacao@piauihoje.com - comercial@piauihoje.com - financeiro@piauihoje.com Rua Dr. Ocílio Lago - 1197 - Ininga - Teresina(PI) - CEP - 64048-025 - Telefones do Piauí Hoje: (86)3237-1000 e (86)9987-9655