Piaui Hoje





Geral

Pesada

Presa no Ceará quadrilha de assaltantes de bancos que agia no Piauí e 3 estados

Atualizado em 27/06/2012 - 22:45 h
Tamanho da fonte: 15    
Arsenal apreendido com a quadrilha interestadual Arsenal apreendido com a quadrilha interestadual (Foto: diariodonordeste)
 Foram presos sete integrantes da quadrilha interestadual acusada de assaltar as agências do Banco do Brasil nos municípios de Palhano e Banabuiú com o uso de explosivos. O grupo estava dividido, e os integrantes foram presos em Fortaleza, Pacajus e Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza, ontem (27).

De acordo com o titular da Delegacia de Roubos e Furtos, Romério Almeida esta quadrilha é uma das principais em ações com o uso de explosivos a bancos no Ceará. "O grupo estava preparando um novo assalto com os explosivos já prontos".

José Fabiano Nunes de Alencar (33), Felipe Chaves de Araújo (24), Glauco Silvio Andrade (22), Leomel Correia de Melo (34), Claudivam Bezerra Alves dos Reis (31), Francisco José de Oliveira (30) e Denair Alves de Queiroz (23) estão detidos na Delegacia de Roubos e Furtos.

A quadrilha também agia no Rio Grande do Norte, Paraíba, e Piauí.

Funções

Segundo o delegado Romério Almeida, foi identificado como chefe da quadrilha o cearense José Fabiano, o primeiro a ser preso. No momento do flagrante, o homem estava em Fortaleza conduzindo uma Hilux, que era usada para fuga após as ações. De acordo com a Polícia, Fabiano já havia sido preso em 2010 pela Polícia Federal no Ceará.

Entre os líderes da equipe, também estavam Leomel Correira, Claudivan Bezerra e Felipe Chaves, todos nascidos no Rio Grande do Norte. De acordo com a Polícia, Felipe e Claudivan fugiram em 2010 de uma penitenciária de segurança máxima em Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, após cavarem um túnel de 35 metros.

O acusado Felipe Chaves de Araújo, o "Peruca", já respondia a três homícidios e a três roubos a banco, Correios e residência.

Já Francisco José e Glauco Silva guardavam os veículos do grupo e serviam de motoristas nas fugas; Denair tinha a função de guardar os explosivos e o fuzil.

Apreensões

Com os presos, foram apreendidos um fuzil 762 e a munição do armamento, utilizada pelas Forças Armadas, três pistolas Taurus calibre Ponto 40, três coletes balísticos, fardamento camuflado, duas máscaras e três veículos - uma camionete Hilux, um Corolla roubado e um Fiesta.

Também com a quadrilha, a Polícia apreendeu 16 bananas de dinamite, cordel detonante, estopim e espoletas. O bando é suspeito de ter participado de pelo menos sete ações contra instituições financeiras no Ceará.

Alguns dos presos portavam documentos falsos, como Felipe Chaves com identidade de Paulo de Olinda; e Leomel Correira, com identidade de Cleomar Sousa Passos.

Ação integrada da Coordenadoria de Inteligência da SSPDS com a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) teve apoio da Delegacia de Polícia Civil de Pacajus e do Batalhão de Choque da Polícia Militar do Ceará.

De acordo com a Polícia, as investigações já aconteciam há quatro meses, mas irão continuar.

Balanço

Em 2012, a polícia contalibizou cinco roubos a bancos na Região Metropolitana de Fortaleza. O número de ações a agências bancárias com o uso de explosivos já chegou a sete neste ano, e aconteceram em Solonopole, Madalena, Banabuíu, Itatira, Pentecostem Apuiarés e Tamboril.

A polícia também esclareceu que neste ano, 64 assaltantes a bancos e caixas eletrônicos já foram presos.

Em todo o ano de 2011, 72 pessoas foram presas.


Fonte: diariodonordeste  |  Editor: Orlando Portela

Comentarios



Assine nosso newsletter




© 2014. | Piauí Hoje | Todos os direitos reservados. Emails para contato: redacao@piauihoje.com - comercial@piauihoje.com - financeiro@piauihoje.com Rua Dr. Ocílio Lago - 1197 - Ininga - Teresina(PI) - CEP - 64048-025 - Telefones do Piauí Hoje: (86)3237-1000 e (86)9987-9655