MUDANÇA

O Direito à Memória da Frei Serafim

Nada contra o transporte público, pelo contrário, devemos cada vez mais fortalecê-lo


Corredor da Avenida Frei Serafim, Centro de Teresina

Corredor da Avenida Frei Serafim, Centro de Teresina Foto: Divulgação/Semplan

Um povo sem memória é um povo sem história. E um povo sem história está fadado a cometer, no presente e no futuro, os mesmos erros do passado.
Emília Viotti da Costa

Modificar de maneira drástica a Frei Serafim para permitir o trânsito de ônibus, como pretende o tetra Prefeito Firmino, é retirar de muitos teresinenses uma referência importante de suas existências nesta cidade. E não apenas desses, mas de todos os outros piauienses que têm na Avenida Frei Serafim a referência da capital do estado.

Nada contra o transporte público, pelo contrário, devemos cada vez mais fortalecê-lo, entretanto sem causar grandes prejuízos como ocorre hoje para os comerciantes da avenida principal do Dirceu, nem causar um grande prejuízo histórico e patrimonial em nossa Frei Serafim.

Uma proposta que poderia ser analisada para ambos os casos, Dirceu e Frei Serafim, seria levar o trânsito de ônibus para as vias paralelas. No primeiro caso, Ruas Martinho Sena Rosa e João Carneiro da Silva e no segundo, Paissandú e Álvaro Mendes, tornando-as, se for o caso, exclusivas para ônibus.

Desde que o Governador Alberto Silva arrumou a Frei Serafim para cartão postal da cidade, assistia ali aos desfiles de 7 de setembro e participava do principal carnaval de rua à época, também nesta avenida.

Reivindico a manutenção desta memória e desta referência para mim e sei que de muitos outros teresinenses e piauienses.

Prefeito, pára com isso e sai pela tangente, aliás, pelas paralelas.

Próxima notícia

Dê sua opinião:

Sobre a coluna

Renata Tolotti

Renata Tolotti

Se você quer escrever e expor suas ideias esse é seu espaço. Mande seu artigo para nosso e-mail (redacao@piauihoje.com) ou pelo nosso WhatsApp (86) 994425011. Este é um espaço especial para leitores, internautas, especialistas, escritores, autoridades, profissionais liberais e outros cidadão e cidadãs que gostam de escrever, opinar e assinando embaixo.

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Enquete