VAZOU

Como Queiroz, o amigão "Hélio Negão" sumiu das fotos e companhia dos Bolsonaro

O "Negão" era uma espécie de "faz tudo" da família do presidente; agia como segurança, motorista e cabo eleitoral; ele se elegeu usando o sobrenome de Bolsonaro


Bolsonaro usava a presença de Hélio ao lado dele para tentar anular a fama de racista

Bolsonaro usava a presença de Hélio ao lado dele para tentar anular a fama de racista Foto: Reprodução

Depois que o nome do deputado federal Hélio Lopes (PSL), o "Hélio Negão", surgiu como um dos envolvidos em fraudes contra o INSS, no Rio de Janeiro, ele foi isolado e nunca mais apareceu ao lado ou como papagaio de pirata dos Bolsonaro, principalmente, do chefão Jair.

VOTA CONTRA TI MESMO OTÁRIO!!!

Enquanto pobre votar na direita, nos velhos e novos coronéis e sem consciência de classe, os trabalhadores vão continuar penando por causa das decisões dos políticos que só sabem olhar primeiro para os bolsos deles e dos deles. O povo precisa tomar vergonha na cara. A Reforma da Previdência bancada por Bolsonaro e Paulo Guedes está aí pra provar isso.

NOS BRAÇOS DO GOVERNO...BINGO!!!!

E por falar em Reforma da Previdência, os três (OS TRÊS) senadores do Piauí, mais uma vez, votaram contra os trabalhadores. Ciro Nogueira (PP), Elmano Férrer (Podemos) e Marcelo Castro (MDB) foram diretos pros braços do governo, afinal de contas "é dando que se recebe", né não? Agora imagine se não tivessem sido eleitos na garupa do Partido dos Trabalhadores.

FARINHA POUCA, MEU PIRÃO PRIMEIRO, NÉ NÃO?

Aliás, nem um dos três senadores eleitos com os votos dos piauienses quis nem saber de pelos menos conseguir alguma grana para o Estado naquela estória do pacto federativo, que flexibiliza os orçamentos públicos e a transferência de recursos da União a estados e municípios. E vão defender grana desse troço pro estado ainda não falaram. Pelo menos hoje.

Ciro Nogueira, Elmano Férrer e Marcelo Castro

Próxima notícia

Dê sua opinião:

Sobre a coluna

Luiz Brandão

Luiz Brandão

Luiz Brandão é jornalista formado pela Universidade Federal do Piauí. Está na profissão há mais de 35 anos. Já trabalhou em rádios, TVs e jornais. Foi repórter das rádios Difusora, Poty e das TVs Timon, Antares e Meio Norte. Também foi repórter dos jornais O Dia, Jornal da Manhã, O Estado, Diário do Povo e Correio do Piauí. Foi editor chefe dos jornais Correio do Piauí, O Estado e Diário do Povo. Atualmente é diretor de jornalismo do portal www.piauihoje.com

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Enquete