PERSEGUIÇÃO

Pedido da Lava Jato é só demonstração de poder e arrogância contra Lula

Procuradores fazem demonstraçãor clara de luta por poder e perseguem implacavelmente o ex-presidente Lula; Dallagnol parece um doente por vingança


Deltan Dallagnol

Deltan Dallagnol Foto: Arquivo

Está muito claro que a intenção do pedido de progressão de pena feito pelos procuradores da Lava Jato em favor de Lula e só mais uma trama ardilosa, uma armadilha para humilhar e desgastar ainda mais a imagem do ex-presidente, o maior líder popular de toda a história do Brasil, mantido como preso político desde abril de 2018, na sede da Polícia Federal em Curitiba (PR).

Na semana passada, o procuradores da Lava Jato, liderados por Deltran Dallagnol, claro, pediram ao Juizado das Execuções Penais para o ex-presidente passe a cumprir pena em regime semi-aberto, já que ele cumpriu em sexto da pena "tem bom comportamento". O pedido é referente à condenação sem provas, pelo ex-juiz Sérgio Moro, no chamado caso do triplex.

Renomados juristas garantem que não há um só caso no Brasil em que o Ministério Público Federal, tenha agido de ofício, portanto sem ser provocado, e pedido progressão de pena para qualquer pessoa em toda a história do País.

Apesar de nunca ter feito, o MPF pode fazer isso. Está na lei. Mas dá forma que o caso é tratado pela Lava Jato, o pedido dos lavajateiros é uma demonstração de disputa de poder, de arrogância e de perseguição implacável ao ex-presidente. É também uma demonstração de cinismo e deboche para com as instituições e povo do País.

Esses procuradores, que no momento enfrentam todo tipo de acusação contra eles, parecem estar num cabo de guerra, demonstrando que tem força e poder para continuar perseguindo quem não é do agrado deles.

Os procuradores parecem doentes de raiva e ódio contra o ex-presidente Lula e os petistas. E só contra eles, porque com criminosos confessos, gravados, filmados e com crimes documentados são por demais condescendente e parcimoniosos. Nem mesmo uma iminente punição ao chefe Detran Dallagnol ameniza o ímpeto de algozes implacáveis.

No fundo, no fundo o que esses jovens punitivistas doentes da Lava Jato querem mesmo é que a Globo e seus parceiros mostrem Lula saindo da prisão pra trabalhar e voltando para dormir. E vão querer humilhar o condenado com medidas do tipo usar tornozeleira, não poder participar de reuniões políticas, comícios e debates.

Próxima notícia

Dê sua opinião:

Sobre a coluna

Luiz Brandão

Luiz Brandão

Luiz Brandão é jornalista formado pela Universidade Federal do Piauí. Está na profissão há mais de 35 anos. Já trabalhou em rádios, TVs e jornais. Foi repórter das rádios Difusora, Poty e das TVs Timon, Antares e Meio Norte. Também foi repórter dos jornais O Dia, Jornal da Manhã, O Estado, Diário do Povo e Correio do Piauí. Foi editor chefe dos jornais Correio do Piauí, O Estado e Diário do Povo. Atualmente é diretor de jornalismo do portal www.piauihoje.com

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Enquete