Imunes

Vacina da Gripe começa a partir do dia 23 de março

Público-alvo prioritário da vacinação: a partir desse ano, adultos de 55 a 59 anos também terão direito


Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe segue mais forte do que nunca.

Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe segue mais forte do que nunca. Foto: Divulgação

Em sua 21ª temporada, a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe segue mais forte do que nunca. Só para 2020, o Ministério da Saúde encomendou ao Instituto Butantan, órgão responsável por fabricar as vacinas, mais de 75 milhões de doses. A meta é proteger ao menos 67 milhões de brasileiros.

A estratégia, aliás, teve que ser revista de última hora: com a confirmação dos primeiros casos de infecção pelo novo coronavírus no Brasil, o governo antecipou a campanha em quase um mês. Antes, a proposta era iniciar os trabalhos na segunda quinzena de abril. Agora, as primeiras doses estarão disponíveis para o público-alvo a partir do dia 23 de março. Além disso, haverá um esquema de grupos prioritários de acordo com as datas informadas pela campanha.

Que fique claro: não é que a vacina da gripe diminui o risco de contágio por coronavírus. Mas, ao proteger a população mais vulnerável, a injeção evita que o influenza sobrecarregue o sistema respiratório. E se sabe que o coronavírus tende a provocar complicações entre quem está enfraquecido por uma doença ou carrega outros agentes infecciosos no corpo.

Quem pode tomar a vacina da gripe em 2020?

Houve um acréscimo relevante no público-alvo prioritário da vacinação: a partir desse ano, adultos de 55 a 59 anos também terão direito a receber uma dose nos postos de saúde de todo o Brasil (antes, o imunizante era oferecido dos 60 em diante). Abaixo, você confere a lista completa de indivíduos que podem (e devem) se proteger gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde, o SUS:

Idosos com mais de 60 anos
Adultos com 55 a 59 anos
Crianças de 6 meses a 6 anos incompletos (5 anos, 11 meses e 29 dias)
Gestantes
Puérperas (mulheres que tiveram um filho nos últimos 45 dias)
Trabalhadores da área de saúde
Professores de escolas públicas e privadas
Povos indígenas
Portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas (veja mais abaixo)
Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que estão sob medidas socioeducativas
População privada de liberdade
Funcionários do sistema prisional
Profissionais de forças de segurança e salvamento (policiais e bombeiros, por exemplo).

Que doenças crônicas credenciam você a tomar a vacina contra a gripe?

Diabetes
Obesidade
Doenças respiratórias crônicas (asma, DPOC, fibrose cística…)
Doenças cardíacas crônicas (hipertensão, insuficiência cardíaca…)
Doenças neurológicas crônicas (AVC, paralisia cerebral, esclerose múltipla…)
Doenças hepáticas crônicas (hepatites, cirrose…)
Transplantes (órgãos sólidos e medula óssea)
Doenças renais crônicas (paciente em diálise, síndrome nefrótica…)
Imunossupressão (indivíduos que estão com o sistema imune abalado por doenças ou medicamentos)
Trissomias (síndromes de Down, de Klinefelter, de Wakany…)

Fonte: Site Ministério da Saúde

Próxima notícia

Dê sua opinião:

Sobre a coluna

Fábio Teles

Fábio Teles

Fábio Teles é jornalista. Escreveu nos jornais A Folha do Litoral, Correio do Piauí, Diário do Povo, O Dia e Meio Norte. Trabalhou também na TV Timon, TV MN, Rádios Igaraçu de Parnaíba e Jockey FM. Foi responsável por blogs em vários portais. Retrata a sociedade em sua forma multimídia. FACEBOOK fabiotelesjornalista TWITTER @fabioteles_ INSTAGRAM @pluralagenciadecomunicacao WHATSAPP 86 99903.5941 EMAIL fabioteles@yahoo.com.br

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Enquete