CAR MAIS

Confira as novidades da semana do mundo automobilístico

Curta as Informações interessantes da indústria automobilística


Mini Cooper

Mini Cooper Foto: Divulgação

Fase de crescimento

Para comemora os sessenta anos do lançamento comercial do Mini clássico, em 1959, no Reino Unido, e os dez anos de presença no Brasil, a marca britânica pertencente ao BMW Group registra crescimento em vendas no mercado brasileiro. De acordo com dados divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), no primeiro semestre deste ano, a Mini acumula 793 veículos emplacados no país, ante 728 unidades vendidas em 2018, anotando um aumento de 8,9%. Considerando apenas o mês de junho deste ano, quando foram vendidos 134 veículos Mini, o crescimento é ainda mais expressivo em relação ao mesmo intervalo de 2018: 26,2%. No mesmo período, o mercado premium nacional se manteve quase estável. “O cliente busca cada vez mais tecnologia, qualidade, personalização, exclusividade e diversão, todas características da Mini no mercado global, presentes também no Brasil. O ‘Go Kart Feeling’ ganha novos adeptos e aproveito para agradecer aos clientes pela confiança e à nossa equipe – incluindo a Rede – pela entrega e pelo compromisso”, destaca Rodrigo Novello, diretor Comercial da Mini Brasil.

 Nissan LeafCasa própria

Antes de ir para a linha de produção, o novo Leaf enfrentou altas temperaturas, frio congelante, grandes quantidades de chuva e testes de resistência de carroceria. Para marcar o lançamento do carro no mercado brasileiro, a Nissan inaugurou em São Paulo a Leaf House. O espaço, localizado no Jardim Europa, na capital paulista, oferece experiências interativas que exemplificam as tecnologias presentes no modelo. Os visitantes podem conferir como o veículo elétrico pode se transformar em uma bateria sobre rodas, graças à tecnologia Vehicle-to-Grid (V2G) de carregamento bidirecional. Uma reprodução do Leaf em acrílico mostra como as baterias fornecem energia para o motor impulsionar o carro. A casa dá a oportunidade ainda para o público, gratuitamente, espaço para “coworking”, café, bicicletário, totens para carregamento de carros elétricos (não apenas da Nissan) e test-drive do Leaf, que é vendido no Brasil por R$ 195 mil.

Aprimoramento profissional

O site de vendas de automóveis “iCarros” lançará em agosto a “Garagem do Conhecimento”, uma plataforma de ensino à distância para treinar profissionais de todo o Brasil para aprimorar as técnicas para a venda de veículos. A iniciativa tem parceria com a Escola de Gestão Automotiva, patrocínio do Itaú e apoio da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto). A plataforma disponibilizará uma média de seis cursos por mês, totalizando mais de setenta anuais. “Em um mercado cada vez mais tecnológico, larga na frente quem souber utilizar da melhor forma as informações para incrementar suas ofertas de forma planejada, agregando valor à jornada do cliente. Nosso objetivo é criar uma relação mais firme entre o digital e as lojas de veículos por meio de cursos rápidos e dinâmicos que ensinarão a estimular o uso de ferramentas digitais para gestão, uso de dados e desburocratização de processos”, diz Ricardo Bonzo Filho, CEO do “iCarros”. Os interessados podem fazer a inscrição gratuita pelo e-mail atendimento@icarros.com.br. As lojas que tiverem interesse podem entrar em contato com o consultor “iCarros” para adquirir o produto

As diferenças das trações

Os dois tipos de tração simples – dianteira e traseira – têm vantagens e desvantagens. A força motriz nas rodas da frente é usada para proporcionar um chassi mais compacto, pois muito pouco espaço é necessário para a instalação do sistema porque motor e rodas estão colocados próximos, no caso de um veículo com propulsor na dianteira (a maioria). Um túnel central e um chassi maior não são necessários. Essas duas estruturas estão presentes nos carros com tração traseira. Devido a sua melhor tração e distribuição de peso, veículos com tração dianteira são preferidos na condução na lama, na neve ou na chuva, não se comparando, evidentemente, aos dotados com 4x4 (integral). Uma grande vantagem da tração traseira é na aceleração, pois as respostas são mais rápidas em comparação à dianteira. Outros pontos positivos da tração atrás é um melhor raio da direção do carro, melhor estabilidade em piso seco, melhor frenagem, maior capacidade de reboque e manutenção mais barata. A tração dianteira contempla veículos com motor transversal, enquanto na traseira o propulsor é longitudinal.

Pit stop

Criadas nos Estados Unidos, as lojas de conveniência estão estreitamente ligadas aos automóveis e a seus usuários. Palestras sobre o tema integram a programação da ExpoPostos & Conveniência – 14ª Feira e Fórum Internacional de Postos de Serviços, Equipamentos, Lojas de Conveniência & Food Service, de 13 a 15 de agosto, em São Paulo. Em 2018, segundo os dados do Anuário da Plural (Associação Nacional das Distribuidoras de Combustíveis, Lubrificantes, Logística e Conveniência), o faturamento do segmento brasileiro fechou o ano com um total de 8.030 pontos de vendas e R$ 7,54 bilhões no caixa.

Fonte: Daniel Dias Agência AutoMotrix

Próxima notícia

Dê sua opinião: