CAR MAIS

Ferrari básica

Confira as novidades


Ferrari Roma

Ferrari Roma Foto: Divulgação

Provavelmente, a Califórnia seja o lugar com o maior número de Ferraris depois da Europa. Por isso mesmo, a Casa de Maranello aproveita a mostra californiana para apresentar a sua “versão de entrada”. A Roma, “modelo inspirado no modo de vida despreocupado e agradável da capital italiana dos anos 50 e 60”, conforme a Ferrari, é um Gran Turismo com linhas mais próximas a dos carros britânicos, em especial os Aston Martin, e será vendida em torno de 200 mil euros (próximo de R$ 1 milhão). 

A Roma tem um motor 4.0 V8 turbo de 620 cavalos e torque de 77,5 kgfm, gerenciado pelo câmbio de dupla embreagem e 8 velocidades utilizado pelo SF90 Stradale, o modelo que carrega o mesmo nome do carro da Fórmula-1 de 2019 da equipe Ferrari. Segundo a marca italiana, o “bólido” acelera de zero a 100 km/h em apenas 3,4 segundos e pode chegar a 320 km/h. Portanto, o preço e os números de desempenho da Roma estão estratosfericamente distantes de uma “versão de entrada”. 

Dentro, a Roma tem um cockpit duplo, um para cada ocupante. O volante tem um monte de botões, como o dos carros da Fórmula-1, o painel de instrumentos é digital, o passageiro conta com uma tela de 16 polegadas para sua diversão individual e a central multimídia principal tem tela de 8,4 polegadas.
Volkswagen Space Vizzion ConceptEstilo indefinível
A Volkswagen mostrará no Salão de Los Angeles um novo conceito da família I.D., a Space Vizzion Concept, uma station wagon elétrica de porte médio adiantando as linhas do modelo de produção que deve ser lançado em 2021. A marca alemã se recusa a usar a denominação station wagon ou perua para definir seu conceito, preferindo chamá-lo de crossover, apesar das linhas apresentadas não indicarem para isso.

A dianteira tem um grande led que atravessa a grade, assim como na traseira, com a mesma ideia estética. Os faróis são pequenos, com unidades auxiliares no para-choque. Dentro, o conceito tem espaço para quatro pessoas, com assentos individuais. 

Tudo é meio futurista. O painel é “clean”, com mostradores simples à frente do motorista e uma grande tela “touchscreen” no centro. A fabricante alemã revela que o “crossover-station wagon-perua” terá autonomia de até quatrocentos e oitenta e três quilômetros entre as recargas.

Fonte: Agência AutoMotrix

Próxima notícia

Dê sua opinião: