ENALTECENDO

Nelito Marques, um grande ser

Nelito é um jornalista com décadas de carreira, sempre voltado para levar ao público bem mais que a informação recorrente


Nelito Marques

Nelito Marques Foto: Divulgação

Estou sabendo que o jornalista Nelito Marques convalesce em casa. Como sei que nessas horas as palavras podem funcionar como um bom lenitivo a eventual saúde fraca, eis-me aqui para lembrar a admiração e o carinho que tenho por esse colunista que sempre teve para comigo palavras semelhantes e atenção redobrada.


Nelito é um jornalista com décadas de carreira, sempre voltado para levar ao público bem mais que a informação recorrente. Sua área de atuação – o colunismo social – se encarrega de oferecer às pessoas algo além da rudeza do noticiário econômico, político, policial, sempre muito duro e cru. O que ele nos mostra é o lado bom da vida – que existe para todos.


Podem até os críticos torcerem seus narizes para uma pessoa que faz colunismo social, mas nisso o Nelito Marques soube colher uma boa frase. Para ele, não há sentido na vida dos que só querem ver a vida pelo pior lado, pelo ângulo ruim, pela parte menos iluminada do nosso viver. Nelito dizia que é infeliz aquele que acha ruim o noticiário sobre o lado bom da vida, sobre eventos e festas, sobre pessoas que gostam de sorrir e aproveitar a vida.


Faz sentido mesmo o que o Nelito sugere, porque a vida é curta demais para a gente olhar só a parte ruim dela. Assim, Nelito Marques cuidou de noticiar uma agenda social da cidade, mencionar festas e eventos, tratar de olhar as pessoas pelo que de bom elas andavam fazendo.


Há ainda que se lembrar de promoções e festas que o jornalista sempre fez. Nesse ponto, é preciso dizer que o colunismo social fazia festa não apenas por fazer, mas para daí tirar matéria-prima para publicações de informes em jornais e outros meios de comunicação.


No âmbito de promoções, Nelito Marques foi essencial para manter vivo no estado o concurso Miss Piauí, que recentemente deu ao Estado uma miss Brasil. A celebração da beleza, portanto, é outra característica deste jornalista.


Escrevo pensando em quão será positivo falar de uma pessoa especial, cuja saúde fragilizada pode ganhar fôlego diante do que ele sempre fez pelos outros: mencionar de modo cotidiano sobre o bom e o belo que moviam as pessoas.

Fonte: Álvaro Mota

Próxima notícia

Dê sua opinião:

Sobre a coluna

Álvaro Mota

Álvaro Mota

Procurador do Estado e mestre em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE. Álvaro também é presidente do Instituto dos Advogados Piauienses.

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Enquete

O STF deve afastar Deltran Dallagnol da chefia da Lava Jato?

ver resultado