INDÚSTRIA DA MULTA

Jeová Alencar chama de "burrada" as mudanças no trânsito de Teresina

"Dizem que cada mudança é um parto. Eu digo que na integração cada mudança é um aborto”


Vereador Jeová Alencar (PSDB), presidente da Câmara Municipal de Teresina

Vereador Jeová Alencar (PSDB), presidente da Câmara Municipal de Teresina Foto: Paulo Pincel

Paciência... e conta bancária tem limite!  A do teresinense já foi pro espaço faz tempo com as "burradas", digo,  intervenções da Prefeitura de Teresina. A cada nova mudança, mais aumenta o caos no trânsito da capital, irritando os usuários do transporte coletivo, os motoristas e até as autoridades. Só quem comemora é o Setut e os donos de empresas de ônibus. O presidente da Câmara de Teresina, Jeová Alencar, soltou os cachorros na Strans nesta quinta-feira (8), ao saber da demissão de Francisco Nogueira.

"O principal papel da Strans é multar. No ano passado, a Strans teve o acúmulo de R$ 19 milhões em multas. A cada mexida, uma burrada. Quanto mais altera, mais prejuízos trazem para a população. Não sei que estudos são esses? Como são feitos? São várias burradas. Dizem que cada mudança é um parto. Eu digo que na integração cada mudança é um aborto”, disparou

A capital travou com a “modernidade” importada pela gestão tucana de outras capitais mais “evoluídas”, como Curitiba (PR). As reações, finalmente, começam a surgir onde já deveria ter partido a décadas. Na Câmara Municipal de Teresina, a reação veio forte às recentes intervenções da prefeitura na região da Piçarra, no Centro Sul da cidade.     

Quase todos os retornos e conversões das principais ruas e avenidas da cidade fechados;  corredores de circulação obstruídos pelas paradas “modernosas” do Sistema Integra; semáforos com pardais pra todo lado e um em cima do outro; e - o que é pior -  a “usina da multa” funcionando a pleno favor para fazer dinheiro para as campanhas da prefeitura [as educativas de trânsito, onde deveriam ser aplicados os recursos das multas, são ficção].

"Na realidade até entendo que todos nós vereadores votamos a favor. O prefeito tentou acertar, mas não deu certo. É péssima qualidade dos ônibus, as vias afundando. É dinheiro jogado no ralo. Nada melhorou. Nem ônibus novos existem. Os empresários não tem mais poder de investir... Agora mesmo recebemos a informação da exoneração do Francisco Nogueira. Pelo que fui informado mais quatro diretores devem cair. É o reflexo de um órgão que não funciona. Toda mudança da Strans cria um caos para a sociedade. Não tem acertado em nada até o momento", lamentou Jeová Alencar, que deve deixar o PSDB em março do próximo ano para ingressar no MDB.

Fonte: MEIA PALAVRA

Próxima notícia

Dê sua opinião: