Turismo no Peru

Brasileiros na Final da Libertadores

O que o torcedor brasileiro deve visitar e comer, em Lima, durante sua viagem para acompanhar a final da Libertadores


Estádio Monumental de Lima

Estádio Monumental de Lima Foto: O Globo

 Lima, a capital do Peru, é um ponto estratégico de conectividade aérea para toda a América Latina. Do Brasil, é possível chegar de avião partindo de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Foz do Iguaçu e Brasília. Também é possível ir por via terrestre, de carro ou de ônibus, através da fronteira entre os dois países, no Acre. Antes e depois de assistir o grande jogo entre Flamengo e River Plate, no dia 23 de novembro, aproveite as maravilhas turísticas e gastronômicas que Lima oferece.

A febre de chegar a Lima explodiu minutos depois que a Conmebol anunciou a capital peruana como sede da final da Copa Libertadores da América 2019. Ninguém quer perder a partida que enfrentará o time brasileiro Flamengo contra o River Plate, da Argentina. A grande partida será no Estádio Monumental de Lima, no dia 23 de novembro, sábado, às 15h (horário local). Aqui está um programa com tudo o que você precisa saber para ver a grande final da Copa Libertadores e, ao mesmo tempo, aproveitar as maravilhas turísticas e gastronômicas que a capital peruana oferece. Provavelmente, a programação mais considerada pelos brasileiros seja a de viajar de 21 a 24 de novembro, embora Lima e outros destinos do Peru possam ser visitados em muitos outros dias. Então, pensando em facilitar, aqui indicamos um super programa para quem optar por esta viagem express e que permite conhecer a capital em 48 horas.

 

Sexta-feira, 22 de novembro

13h

O Peru foi reconhecido como o Melhor Destino Gastronômico do Mundo sete vezes consecutivas pelo World Travel Awards (o "Oscar" do Turismo). Então, a primeira coisa que você precisa fazer é comer um de seus pratos emblemáticos. Aqui recomendamos um Cebiche, uma Causa Peruana ou uma Batata à Huancaína, acompanhado por um Pisco Sour, para começar a sentir os sabores do Peru. Para os amantes de carne, recomendamos um Lomo Saltado. Para a sobremesa, alguns Picarones ou um Suspiro Limeño.

15h

A capital peruana é uma cidade milenar e conta com mais de 100 sítios arqueológicos. A maioria, da cultura Lima (100- 650 dC). O turístico bairro de Miraflores tem um dos mais bem conservados, a Huaca Pucllana, que conta com um pequeno museu do sítio histórico e um prestigiado restaurante ao lado. Outra opção próxima, no bairro financeiro de San Isidro, é a Huaca Huallamarca, que também conta com um museu com uma bela vista do alto.

16h

Outra parada interessante, também no bairro de Miraflores, é o mercado de artesanato, localizado nos últimos quarteirões da Avenida Petit Thouars, e que está muito perto do icônico Parque Kennedy. Aqui é possível aproveitar para já comprar lembranças típicos da viagem ao Peru, entre outros.

17h

Para a hora do pôr do sol, a melhor pedida é visitar o Malecón de Miraflores. Lima é a única capital (entre países latino-americanos) de frente para o mar e nessas datas - antes da temporada de verão - há um belo contraste entre o céu e as águas do Oceano Pacífico. As paradas obrigatórias deste passeio são o Parque del Amor, que se destaca pela escultura de dois amantes se beijando, além de frases de amantes e apaixonados escritos em paredes e muretas. A poucos metros dali está o Parque Raymondi, onde é possível voar de parapente por 15 minutos. Outro lugar para se distrair e fazer compras é o shopping Larcomar, onde dá pra tomar um café (ou uma cerveja) enquanto aprecia o sol se esconder no mar.

19h

Perto do Centro Histórico de Lima se encontra uma das maiores atrações turísticas da cidade: o Circuito Mágico das Águas do Parque de la Reserva, que é um lugar para ser criança novamente. Conta com um recorde do Guinness para o maior complexo de fontes de água do mundo em um parque público. De terça a domingo, o turista pode apreciar - a partir das 19h15 - como interagem as luzes das fontes, lanternas e jatos de águas.

21h

Com seus mais de 200 mil restaurantes, comer em Lima é a melhor pedida. Por isso, é aconselhável experimentar sua variada culinária, incluindo a peruano-chinesa, em seus restaurantes conhecidos como Chifas; ou a culinária peruana-japonesa: a cozinha Nikkei. Outra opção muito popular são as Pollerías, onde são servidas os famosos "pollos a la brasa" (frangos grelhados), um prato muito popular declarado Patrimônio Cultural da Nação, preparado ao carvão ou à lenha e servido acompanhado de batatas fritas crocantes e saladas.

Sábado, 23 de novembro 

De manhã, antes do jogo

O dia será longo, agitado e cansativo, por isso é necessário um café da manhã reforçado: o autêntico desayuno peruano. O mais típico é um Pão com Chicharrón de Porco (carne de porco frita) ou uma Butifarra (pão com alface, cebola e linguiça de porco), acompanhado por um Tamale de milho (espécie de pamonha). Para beber, suco de frutas, Chicha Morada (suco de milho roxo) e um bom café peruano proveniente das regiões da selva peruana, são os acompanhamentos ideais.

15h

A grande final!

Levar em conta que de Miraflores até o Estádio Monumental de Lima, no bairro de Ate Vitarte, são aproximadamente 17 quilômetros de distância. O trajeto pode levar mais de uma hora de carro.

Depois do jogo

20h

Os bairros de Miraflores e Barranco contam com uma grande variedade de restaurantes e bares onde será possível celebrar a final e comemorar a vitória - além de assistir a partida, caso não tenha conseguido ingressos para assistir no estádio. O bairro boêmio de Barranco tem casas antigas republicanas reformadas e transformadas em galerias de arte, tem a emblemática Ponte dos Suspiros - que promete realizar os desejos dos turistas e visitantes que a cruzam completamente sem respirar: talvez o desejo mais solicitado seja repetir o prato e ganhar a próxima final da Copa Libertadores da América!

Informação úteis:

Controle de imigração para brasileiros: apresentar documento de viagem com validade mínima de seis meses (passaporte) ou RG (com data de expedição até 10 anos). Não é necessário visto.

• Para entrada via terrestre ao Peru: a PROMPERÚ recomenda aos visitantes ingressar do país pelos postos de controle fronteiriço de Iñapari (Madre de Dios), Kasani (Puno), CEBAF Desaguadero (Puno) e Complexo Fronterizo de Santa Rosa (Tacna).

Assistência 24 horas: a PROMPERÚ coloca a disposição dos viajantes o serviço de assistência turística iPerú, através do número (+511) 574-8000, o e-mail iperu@promperu.gob.pe e o WhatsApp (+51) 944492314 (esta última plataforma de comunicação é válida somente para mensagens de texto).

Para acessar as informações mais detalhadas sobre as formalidades turísticas, alfandegárias e fiscais, o viajante pode acessar o Guia Essencial para o Turista que Visita o Peru, disponível no seguinte link: https://bit.ly/32sLK7n

Guia Gastronômico do Peru: https://www.peru.travel/es-pe/guia-gastronomica-del-peru.aspx

 

Fonte: Promperú / Sara Correia

Próxima notícia

Dê sua opinião:

Sobre a coluna

Francisco Correia

Francisco Correia

Francisco Correia, Turismólogo(AESPI) Especialista em Geografia e Meio Ambiente(UFPI), Coordenador de Estágios e Egressos da Aespi/Fapi (www.aespi.br). contato: Email:correia.fm@gmail.com Whatsapp: (86) 9 9996.8772

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Enquete

O STF deve afastar Deltran Dallagnol da chefia da Lava Jato?

ver resultado