SELEÇÃO

Últimos dias para se inscrever no edital da Uber que vai ajudar os afetados pelo óleo

Edital vai distribuir R$ 200 mil para organizações com foco em recuperação ambiental e na geração de oportunidades econômicas; inscrições podem ser feitas até domingo (1/12)


Uber

Uber Foto: Prefeitura de Parnamirim

Neste domingo (1º), se encerram as inscrições para o edital da Uber que vai patrocinar projetos com foco em conservação e recuperação ambiental, e na geração de oportunidades econômicas no Nordeste. Serão distribuídos R$ 200 mil para os projetos selecionados com o intuito de apoiar organizações que estão trabalhando na recuperação das áreas afetadas pelos vazamentos de óleo e que continuam causando sérios impactos no ecossistema e na economia local.

O edital público faz parte do projeto "Nordeste em Movimento" e visa apoiar organizações e pessoas físicas engajadas na limpeza das praias e na reestruturação das áreas prejudicadas pelo óleo.

"Desde 2016, a Uber faz parte do cotidiano dos nordestinos, oferecendo uma opção de mobilidade e oportunidade econômica. Vínhamos acompanhando com imensa tristeza esse desastre e concluímos que a melhor maneira de ajudar seria apoiando organizações locais, que conhecem a realidade da região, e que estão trabalhando na recuperação dessas áreas", explica Tiago Lambuca, Gerente de Operações da Uber no Nordeste.

O edital lançado no dia 14 de novembro fica aberto até domingo, dia 1° de dezembro. O resultado final será anunciado até o dia 8 de dezembro. Os projetos contemplados deverão englobar 3 frentes: Recuperação Ambiental, para pessoas jurídicas com projetos de até R$ 50.000,00; Recuperação Econômica, para pessoas jurídicas com projetos de até R$ 50.000,00; e Engajamento Cívico (grassroots), para pessoas físicas e jurídicas com projetos de até R$ 2.000,00. Os valores serão distribuídos de acordo com a qualidade dos projetos recebidos e sua adequação aos critérios estabelecidos no edital.

O edital e o formulário de inscrição estão disponíveis no t.uber.com/nordesteemmovimento .

Fonte: Bianca Beltrame

Próxima notícia

Dê sua opinião: