RELIGIOSIDADE

Vídeo: suposta aparição de Nossa Senhora em gruta atrai centenas de fiéis

A mãe de Jesus estaria aparecendo diariamente em uma cidade no Norte de Minas Gerais


Suposta aparição de Nossa Senhora atrai centenas de fiéis

Suposta aparição de Nossa Senhora atrai centenas de fiéis Foto: O Tempo

A suposta aparição de Nossa Senhora em meio à rochas de uma serra em Verdelândia, na região Norte de Minas Gerais, está atraindo centenas de pessoas diariamente. Os fiéis receberam a notícia e já se dirigem ao local para conferir o suposto milagre. A caverna onde aparece o sinal luminoso fica a três quilômetros da área urbana do município.

De acordo com o site O Tempo, nesse domingo (29), foi celebrada uma missa no local e segundo os moradores, estiveram presentes cerca de cinco mil pessoas. Já circula na internet fotos e vídeos da suposta aparição, além de pessoas orando, fazendo preces e dando testemunhos de fé depois de terem visto imagem da mãe de Jesus dentro de uma fenda na serra, que fica próxima à rodovia MG-401, que liga Janaúba à Manga. 

Um morador da cidade relatou que teria visto uma luminosidade saindo da gruta há cerca de duas semanas, sempre entre 11h30 e 12h30, momento em que o sol irradia em direção ao local. No intervalo de uma hora, um reflexo de luz, que aparece diversas vezes, é recebido por uma salva de palmas dos fiéis.

Confira o vídeo:


Apesar dos testemunhos, há quem conteste a fé da multidão. Os moradores mais antigos afirmam que a história da santa na gruta já “tem mais de quarenta anos” e que, sempre nesta época do ano, o brilho chama a atenção dos mais devotos. 

“Trata-se de um fenômeno natural. Essa gruta possui uma segunda entrada pelo teto desmoronado, por onde entra luz solar. Somente acontece nesta época do ano, às vésperas da festa de reis, devido a posição do sol que incide luz diretamente sobre uma parede lateral da gruta que possui uma leve inclinação. Por vezes, na parede escorre água das chuvas fazendo com que o brilho fique mais intenso”, esclarece um internauta incrédulo.


OUTRA VERSÃO 

Outro morador garante que a luz da gruta é provocada pelo espírito de um vaqueiro, que, em 1976, caiu da serra com seu cavalo, depois de seguir uma moça pela região. Apesar das diferentes explicações sobre a origem da luz que vem da serra, uma coisa é certa entre os moradores da região: “se não consegue ver, é porque falta fé”.

RELATOS

A empresária Iriniris Aparecida de Souza, de 42 anos, mora em Montes Claros, no Norte do Estado, mas foi passar o Natal na casa da família em Verdelândia. Durante os quatro dias que ficou na cidade, Iriniris visitou a gruta todos os dias e diz ter sentido uma energia inexplicável. 

"Meu pai já contava várias histórias da Nossa Senhora na gruta, isso há 40 anos. Eu fiquei muito emocionada esses dias, voltei para casa e ainda estou sentindo tudo e tentando entender a força que foi. É muito incrível, a cidade inteira está impressionada. Várias pessoas viram, sejam elas evangélicas ou de outras religiões" contou.

Segundo a empresária, as pessoas estão fazendo vigília no local. "Muita gente passou mal e ficou muito emocionada depois da missa. Muita gente está indo e ficando lá para poder ser agraciado", completou.

A dona de casa, Isabela Cardoso, 28, diz não ter religião e confirma a aparição de Nossa Senhora. "Estava todo mundo falando disso e resolvi ir lá ver, as pessoas exageram, mas eu realmente vi. Não tenho religião, mas respeito. É muito bonito", afirma. 

CELEBRAÇÃO

Embora não tenha estudo científico que comprove a aparição de Nossa Senhora no local, a missa realizada nesse domingo (29), na gruta, reuniu cerca de cinco mil pessoas, segundo moradores e o padre que realizou a celebração.

Para o padre Elias de Melo Leite, o fenômeno já contribuiu para aumentar a fé dos moradores da região. Com a celebração da missa, o movimento de pessoas foi tão intenso que foi necessária a presença da Policia Militar para controlar a entrada e saída de veículos, com placas de diferentes cidades.

“Pessoas que estavam afastada da caminhada, longe da igreja, vieram aqui hoje. É um momento de união”, completou o padre, que afirmou ter visto a imagem pela primeira vez durante o Natal.

Fonte: O Tempo

Próxima notícia

Dê sua opinião: