MOBILIDADE

Aplicativo de moto oferece corridas gratuitas no primeiro dia de operação

Picap começa a oferecer serviço a partir do dia 16 com promoção aos usuários


Motorista do app de corrida de motos

Motorista do app de corrida de motos Foto: Divulgação/Picap

Um dia inteiro de corridas gratuitas para todos os usuários. Dessa forma, a Picap, aplicativo de motos voltado a transporte de passageiros, inicia, nesta quinta-feira (16), sua operação em Teresina. Para ter acesso ao benefício basta ao interessado baixar o app e acionar o cupom que dá direito ao desconto.


A empresa já atua em São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Salvador e Fortaleza. Além de Teresina, o app também está aportando em Manaus (AM). Desde a semana passada, a startup vem recebendo o cadastramento de motociclistas interessados em ter uma renda extra com o aplicativo. Neste primeiro momento, os motoristas ficarão com 100% do valor da corrida. O app pretende dobrar sua posição no Brasil neste ano. A empresa anunciou recentemente que prevê investir, em 2020, US﹩ 5 milhões.

A Picap apresenta uma solução barata, rápida e ágil em relação aos graves problemas de mobilidade urbana existentes, principalmente, nos grandes centros urbanos. Na prática, ela permite que o usuário fuja dos congestionamentos e consiga otimizar o seu tempo no dia a dia. Não à toa, a Picap apresenta um crescimento médio de 200% ao mês.

- Nosso objetivo é apresentar uma alternativa de modal para melhorar o fluxo de mobilidade, principalmente nas grandes cidades. O cidadão passa a contar com uma possibilidade a mais para escapar do trânsito caótico nestas capitais, reduzindo em 50 % o tempo de deslocamento. E isso a um preço 30% menor que os demais aplicativos de carros particulares - explica o CEO da Picap, Diogo Travassos.

Atualmente, a empresa conta com 150 mil usuários, além de oito mil motociclistas cadastrados.

A Picap nasceu na Colômbia, em 2016, e chegou, ao fim do primeiro semestre deste ano, a uma média de um milhão de viagens realizadas mensalmente, a partir de uma base de 20 mil motociclistas ativos e 200 mil usuários. Além do Brasil e Colômbia, a Picap mantém operações no México, Argentina, Peru, Chile e Guatemala. A expectativa da empresa é dobrar sua atuação na América Latina no próximo ano.

COMO SE CADASTRAR

O cadastramento dos motoristas começou terça-feira da semana passada. Para ter o seu cadastro validado na plataforma da Picap, o motociclista precisa apresentar a Carteira Nacional de Habilitação tipo A; documentos atualizados do veículo, incluindo o pagamento do seguro DPVAT; possuir uma motocicleta com até 10 anos de fabricação e motor de, no mínimo, 100 cilindradas; o uso obrigatório do capacete, tanto para o condutor quanto para o passageiro; curso profissionalizante da função, ministrado pelo Detran de cada Estado; além de respeitar as diretrizes municipais de condução de passageiros, caso existam.

O cadastramento é simples. Basta entrar no aplicativo e ir nos links indicados.

Fonte: Clarimundo Flôres

Próxima notícia

Dê sua opinião: