PROMORAR

Após denúncia de descaso, maternidade resolve fazer parto de adolescente

Adolescente de 17 anos deu entrada na maternidade há 13 dias com dilatação de dois centímetros e perda de líquido


Hospital e Maternidade Dr. Olavo Mendes de Carvalho

Hospital e Maternidade Dr. Olavo Mendes de Carvalho Foto: Divulgação

Três dias após o Piauihoje.com denunciar que a adolescente de iniciais A.S.S., grávida de nove meses, estava internada há dez dias na Maternidade do Promorar perdendo líquido, sofrendo com dores de cabeça e alteração na pressão arterial, a direção do Hospital realizou o parto da criança nesta segunda-feira (18).

“A matéria foi muito compartilhada até que então o próprio diretor do hospital entrou em contato comigo e hoje fizeram a cesariana dela”, disse a mulher identificada apenas como Leide, tia da adolescente.

Quando a jovem deu entrada na Maternidade Dr Olavo Mendes de Carvalho, localizada na zona Sul de Teresina, contava com dois centímetros de dilatação do colo do útero. Recebendo apenas medicamentos para tratar da queda de pressão e sem maiores explicações médicas, a família temia pela vida do bebê e da adolescente.

"Quero parabenizar a equipe de vocês e agradecer do fundo do meu coração, pois me ajudaram bastante", afirmou Leide em tom de gratidão.

Próxima notícia

Dê sua opinião: