OBRAS

Avenida João XXIII é liberada após conclusão da galeria no local

Segundo a gerência de Obras e Serviços da SDU Leste, a equipe de engenheiros e profissionais técnicos concluíram a construção de poços de visita


Galeria concluída

Galeria concluída Foto: Ascom

O trecho marginal direito da Avenida João XXIII, sentido Centro/Leste, já está liberado para o tráfego normal dos veículos. A liberação aconteceu no último sábado (07), em virtude da conclusão dos serviços de execução da galeria no local, pela Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste (SDU Leste).

Segundo a gerência de Obras e Serviços da SDU Leste, a equipe de engenheiros e profissionais técnicos concluíram a construção de poços de visita, necessários para o andamento da obra, e finalizaram com a pavimentação asfáltica do trecho para normalizar o trânsito da via.

Paralelo a isso, a SDU está concluindo a colocação das aduelas (estruturas pré-moldadas que garantirão o escoamento das águas das chuvas), na Rua Helvídio Ferraz. Além disso, os técnicos estão finalizando a construção dos poços de visita no encontro da Rua Helvídio Ferraz e Eustáquio Portela para dar prosseguimento à construção da galeria.

Segundo o superintendente João Pádua, a galeria é um dos grandes desafios da Prefeitura de Teresina para melhorar a drenagem na região. “Nós esperamos que no próximo inverno a população já possa contar com essa importante obra de drenagem das águas das chuvas. Para isso, pedimos a compreensão dos moradores quanto aos transtornos que serão causados pelo avanço das obras”, disse o Superintendente João Pádua.

Com investimento superior a R$ 49,4 milhões, a galeria é uma obra complexa e que terá 7 km de extensão. Os recursos são oriundos da Caixa Econômica Federal, com contrapartida da Prefeitura de Teresina.

“Todas as fases têm uma grande complexidade, mas estudamos, constantemente, as medidas necessárias para minimizar os transtornos à população. O resultado da construção da galeria trará inúmeros benefícios, mudando a vida de muitas pessoas que moram na região”, completou o superintendente executivo e engenheiro Ângelo Cavalcante.

Fonte: Ascom PMT

Próxima notícia

Dê sua opinião: