SAUDE

Controle de qualidade da água passa a contar com mais tecnologia

Antes, todo o processo era manual, incluindo a coleta das amostras e análise do material em bancada


Inovação

Inovação Foto: Ascom

Seguindo o planejamento de modernização e adotando a tecnologia para aprimorar a operação dos serviços, a Águas de Teresina colocou em operação no complexo de Estação de Tratamento de Água Sul (ETA-Sul), o skid de qualidade. O equipamento conta com sensores que fazem a transmissão automática das informações em todas as etapas de tratamento da água. Por meio dele, são realizadas análises de multi parâmetros, conferindo os dados de turbidez, pH, cor e cloro residual.

Antes, todo o processo era manual, incluindo a coleta das amostras e análise do material em bancada. O sistema instalado na ETA-Sul, marca o início da transição para que esse acompanhamento importante no sistema de produção seja integralmente automatizado. Com o skid é possível ajustar de forma automática, por exemplo, a dosagem de produtos químicos.

O monitoramento via skid de qualidade funciona na mesma área do laboratório microbiológico físico-químico, que foi completamente reformado ficando mais amplo e moderno. Todas as informações geradas poderão ser acompanhadas pelo Centro de Controle e Operações (CCO), permitindo que todo o processo de tratamento da água tenha ainda mais rigor e atenção das equipes técnicas.

“Há uma tendência natural de automatização de processos que permite um gerenciamento mais ágil das operações. Nós usamos a tecnologia a nosso favor, visando eficiência, segurança operacional e qualidade dos serviços prestados à população”, destaca Alexandre Oliveira, gerente de produção da Águas de Teresina.

Toda a água distribuída na área urbana de Teresina passa por um rigoroso controle de qualidade. O monitoramento ocorre desde a captação até a saída para as redes de distribuição. O acompanhamento é realizado 24 horas por equipes capacitadas para que a água atenda aos padrões estabelecidos pela PRC nº 05, de 28 de setembro de 2017, Anexo XX, do Ministério da Saúde. Por mês, são mais de 24 mil análises para controle de qualidade da água.

Fonte: Áscom Aguas de Teresina

Próxima notícia

Dê sua opinião: