ROMPIMENTO

Defesa Civil e Corpo de Bombeiros vistoriam casas após surgimento de cratera

A cratera se abriu devido ao rompimento de uma adutora; 80% dos bairros de Teresina estão sem água


Bairros seguem sem água e Defesa Civil monitora casas próximas à cratera

Bairros seguem sem água e Defesa Civil monitora casas próximas à cratera Foto: Montagem Piauí Hoje

Após a cratera que surgiu com o rompimento de uma adutora na madrugada de hoje (02), na Avenida Juarez Távora, na zona Sul de Teresina, vários órgãos foram acionados para avaliar os danos e os riscos provocados pelo buraco. Devido ao rompimento da adutora, 80% dos bairros de Teresina estão sem água e um carro modelo Saveiro caiu no buraco. A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros estão no local vistoriando as casas ao redor do buraco.

A Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU-SUL), Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (Strans) e a Águas de Teresina também estão atuando no local. De acordo com o superintendente da SDU Sul, Paulo Lopes, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil fazem uma análise das casas atingidas pela água após o vazamento. “Vamos nos certificar se a estrutura das casas foram alteradas ou não “, explicou.

Paulo Lopes acrescentou que a SDU vai acompanhar a análise e oferecer todo o apoio necessário. A previsão da empresa Águas de Teresina é que o abastecimento seja retomado até a noite deste domingo, de forma gradativa. Até lá, a recomendação é que se faça uso da água de modo racional. A Strans está no local para orientar os condutores.

Próxima notícia

Dê sua opinião: