SERVIÇO

Emissão do Passe Livre cresce 200% e chega a quase 8 mil novos cartões em 2019

A representante da Divisão de Cidadania, Larissa Rêgo, atribuiu o aumento das emissões dos cartões Passe Livre a maior divulgação


Atendimento Divisão de Cidadania SEMCASPI

Atendimento Divisão de Cidadania SEMCASPI Foto: Ascom

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) expediu 7.854 cartões para usuários que solicitaram a primeira via do Passe Livre Municipal em 2019, um crescimento de 200% em relação ao ano anterior. O cartão concede a idosos e pessoas com deficiência o benefício de gratuidade no sistema de transporte coletivo de Teresina, instituído pelo Decreto nº 5.559/2003 e pela Lei Municipal nº 3.444 de 2002.


Segundo a Divisão de Cidadania da Semcaspi, foi registrado um total de 11.471 emissões em 2019, somente de primeira via foram 5.528 para idosos e 2.326 para pessoas com deficiência. Os atendimentos para emissão da segunda via do cartão somaram 3.617 usuários. "É uma satisfação saber que a população que tem direito a este benefício está buscando a emissão do cartão, visto que são famílias carentes financeiramente e precisam deste auxílio, sobretudo para cuidados de saúde. Mas é importante alertar para o uso correto para que não tenha o cartão bloqueado", afirmou o secretário da Semcaspi, Samuel Silveira.


A representante da Divisão de Cidadania, Larissa Rêgo, atribuiu o aumento das emissões dos cartões Passe Livre a maior divulgação da informação sobre o benefício e a aproximação dos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) com a população.
"Esse crescimento no número de emissões com relação a 2018 foi possível por conta do trabalho dos CRAS, que está bem próximo da população descentralizando os serviços socioassistenciais do município e também divulgando informações sobre o benefício", explicou.


Além da emissão, a Semcaspi tem se preocupado com as demandas apresentadas pelos usuários quanto ao uso do cartão. Houve a denúncia de que os cartões estavam sendo bloqueados pelo Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Teresina (SETUT). Para resolver a situação, a secretaria se reuniu com o sindicato, Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Teresina (CONADE-TE), Associação dos Deficientes Físicos de Teresina (ADEFT) e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PI). Ao final do encontro, o SETUT se comprometeu a desbloquear todos os cartões bloqueados de pessoas com deficiência.


Como adquirir o Passe Livre


Para adquirir o Passe Livre Municipal, o interessado pode comparecer em uma das 19 unidades dos Centros de Referências da Assistência Social (CRAS) da capital apresentando RG, CPF, comprovante de residência e laudo médico que comprove deficiência, se necessário. Se o solicitante preenche aos requisitos necessários para obter o benefício, o agente social realiza o agendamento para emissão do cartão eletrônico na sede da Semcaspi, que fica localizada na Rua Álvaro Mendes nº 861 Centro (Sul).


Tem direito ao benefício: usuários com 65 anos ou mais e pessoas com algum tipo de deficiência, seja física, auditiva, intelectual ou mental, visual ou múltipla que sejam comprovadamente carentes financeiramente.

Fonte: Semcaspi Teresina

Próxima notícia

Dê sua opinião: