GRUPO MATIZES

Edição de agosto do Projeto Cultural Laborarthe terá a diversidade como temática

Nesta sexta-feira (02), acontece mais uma edição do projeto cultural Laborarthe


Diversidade

Diversidade Foto: canalcienciascriminais.com.br

Nesta sexta-feira (02), acontece mais uma edição do projeto cultural Laborarthe. O evento que visa o incentivo à integração da arte e cultura entre servidores(as) e a comunidade em geral, além de proporcionar espaço para debates políticos e sociais, trará ainda nesta edição ambiente dedicado para reflexão e conscientização acerca dos direitos da comunidade LGBTQI+. A realização do evento é da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer do Sindicato dos(as) Servidores(as) Públicos(as) Municipais de Teresina (SINDSERM).

Em parceria com o grupo MATIZES, organização não governamental que atua na defesa dos direitos humanos e proteção das minorias com foco na diversidade de gênero e sexualidade, o Laborarthe será como um “esquenta” para a 15° semana do orgulho de ser, e a edição do evento terá como atrações a drag queen Chandelly Kidman, Esther Lima e banda, além de recital de poesias com Yaponira Aglaia e oficina supervisionada para crianças.

Mikael Rodrigues, criador da personagem Chandelly Kidman, utiliza arte e diversão como maneira de trazer alegria para crianças com câncer em um hospital do estado. A história de Chandelly que desde 2015 leva amor, apoio e esperança em um momento delicado da vida de crianças doentes é conhecida nacionalmente, e a artista já participou do episódio de uma websérie chamada “os originais” na plataforma de streaming netflix. “Tem muita gente que acha que lugar de drag queen é na noite. Nós temos que ocupar outros espaços. O amor é minha arma mais poderosa. Me transformar na Chandelly é como se eu tivesse um super-poder. Me ajuda a vencer o preconceito, a me expressar, levar alegria para as pessoas e me emponderar. Para mim, é pura arte”, afirma a artista.

Esther Lima é uma cantora teresinense de 23 anos que estuda música na Universidade Federal do Piauí. Com uma trajetória de luta e resistência em meio ao cenário musical local por ser mulher negra e periférica, a artista independente carrega consigo o amor por seu trabalho desde a infância e trará ao evento um repertório de ritmos afro brasileiros.

Yaponira Aglaia, estudante de direito e colaboradora do projeto, ao lado de amigos coordenará o recital de poesias que encantou o público presente na edição passada do evento devido a iniciativa da criação e conquista de um espaço poético. Como em todas as edições, o evento contará ainda com um espaço de oficina lúdica para crianças. Enquanto os pais estão em momento de lazer, os pequenos participam de atividades criativas e educacionais orientadas e devidamente supervisionadas por uma pedagoga.

Gratuito e aberto ao público, o Laborarthe acontece sempre na primeira sexta-feira do mês e é realizado no estacionamento em frente à sede do SINDSERM Teresina, localizado na rua Quintino Bocaiúva, n° 446, centro-norte. O evento começa a partir das 20h.

Fonte: Assesoria/Sindserm

Próxima notícia

Dê sua opinião: