CINEMA

Inclusão é tema de debate em filme produzido em escola municipal

O filme ficará em cartaz no CEU do Portal da Alegria até a sexta-feira (06)


Filme

Filme Foto: Ascom

Uma sessão de cinema com produção autoral emocionou alunos e convidados da Escola Municipal Graciliano Ramos, que deu início, hoje (3), à exibição do filme “O brilhos das estrelas”, produzido pela própria escola. A narrativa é sobre inclusão e mostra um pouco da rotina dos alunos com deficiência que estudam na unidade de ensino.

O filme ficará em cartaz no CEU do Portal da Alegria até a sexta-feira (06), com sessões gratuitas e abertas ao público, sempre pela manhã. A história de amizade, respeito e empatia é protagonizada por Kelly e Marcelo, alunos que aprenderam cedo que inclusão é amor. E essa é mesmo a mensagem principal transmitida pela produção caseira do professor Francisco Gonçalves, diretor adjunto e idealizador do roteiro.

“Temos mais de 60 alunos com algum tipo de deficiência, e todos eles são tratados com respeito, incluídos em cada detalhe do nosso planejamento. A ideia era mostrar como isso acontece na prática e estimular o debate sobre inclusão”, conta Francisco.

A estreia do filme contou com a presença das famílias dos alunos, principalmente do elenco de estrelas. Natália Suyane, mãe do protagonista Marcelo, conta que descobriu um novo talento do filho, que tem síndrome de Down. “Ele adorou atuar. E eu fiz questão não só de prestigiar, mas de compartilhar com os demais como meu filho vem se desenvolvendo bem na escola. O Marcelo é bem acolhido, tem prazer de estudar”, revela.

A coordenadora pedagógica de Formação da Secretaria Municipal de Educação (Semec), Hostiza Machado, acompanhou a estreia do filme e elogiou a iniciativa. “É impossível não se emocionar. Essa ação tem significado grandioso nesse processo de inclusão que estamos construindo. Os alunos deram um belo exemplo de respeito ao próximo”, concluiu Hostiza.

Fonte: Ascom PMT

Próxima notícia

Dê sua opinião: