INVESTIMENTOS

Empresa chinesa vai investir mais de 1 bilhão de dólares no Piauí

Atualmente a empresa já investe 2,1 bilhões e anunciou que vai ampliar os investimentos no Estado


Wellington Dias se reúne com investidores na China

Wellington Dias se reúne com investidores na China Foto: CCOM

O governador Wellington Dias (PT) avaliou como positiva a viagem para China, onde ele apresentou os projetos piauienses para o governo chinês e para mais de 500 empresários. Segundo o governador, as empresas se declararam interessadas em realizar investimentos no Piauí. Wellington Dias retornou ao Estado nessa segunda-feira (12) e disse que a relação do Brasil a China envolve atualmente cerca de 70 bilhões de dólares. 

"O Piauí está próximo de alcançar um bilhão de dólares em negócios. até 2021 o estado deve alcançar esse patamar. A China é o primeiro país do mundo em importação de produtos do Piauí e é para quem mais vendemos, normalmente alimentos", disse o governador.

Esta foi a quarta vez que Wellington Dias esteve na China. De forma já concreta, a empresa CGN Internacional, um conglomerado de empresas e uma das maiores do setor de energias, expressou interesse em investir no Piauí. "Eles podiam tomar a decisão de investir em qualquer lugar do mundo, mas escolheram o Piauí. Em reunião com o presidente e com toda a direção, anunciaram mais investimentos no Piauí, ampliando para R$ 3,6 bilhões de dólares os investimento na região Ribeira do Piauí, São João do Piauí, Queimada Nova. Uma equipe estará aqui por volta do dia 21 e 22 de agosto para analisar a Bacia de Gás do Rio Parnaíba para viabilizar o gasoduto nordeste”, comentou o governador Wellington Dias.

Ainda segundo o governador, a  equipe da China já vai estar no Piauí nos dias 21 e 22 de agosto para avaliar a exploração da bacia de gás do Rio Parnaíba. "Eles têm interesse, trabalham com isso em outros países e tem interesse em trabalhar, em entrar nesse mercado no Brasil e fizeram uma opção e priorizar os estudos, a análise para o governo federal, governo do estado, junto com outros do setor privado. A Petrobras e o grupo Ouro Preto já estão na região para a gente viabilizar as condições, quem sabe, da extração do gás para geração de energia, para viabilizar o gasoduto Nordeste nesta região. gás veicular, gás para a indústria, gás para outros usos", explica o governador.

O governador explicou que empresas como a CCC Construção Civil ficaram interessadas em um projeto ousado do Porto de Luís Correia, integrado com o eixo norte da Rodovia Transnordestina. “Houve um despertar desse interesse”, comentou.

Outra área que também gerou muito interesse das empresas foi a tecnologia. “Há uma perspectiva estudar as novas etapas do Piauí Conectado para modernizar o sistema de telesegurança e telemedicina. A ZTE, que já investe no Piauí e é parceira da Global Task, ficou interessada no centro tecnológico para a segurança. São empresas que se destacaram no mundo com 5G e outras tecnologias. São coisas que melhoraram a qualidade dos serviços e reduz custos”, concluiu Wellington.

Fonte: Redação Piauí Hoje

Próxima notícia

Dê sua opinião: