HABITAÇÃO

Saiba como se planejar para adquirir a casa própria

Para o corretor de imóveis Inácio Guimarães é fundamental que o cliente se planeje da melhor


Habitação

Habitação Foto: Assessoria

O sonho da casa própria é um desejo compartilhado por muitos brasileiros. Porém, para quem deseja sair do aluguel é fundamental um bom planejamento financeiro e um orçamento bem definido para garantir a aquisição da casa própria. Por se tratar muitas vezes de um grande investimento é necessário adotar alguns cuidados antes de efetuar a compra do imóvel.

Para o corretor de imóveis Inácio Guimarães é fundamental que o cliente se planeje da melhor forma antes de decidir pela compra de determinado imóvel. “Comprar uma casa é o desejo de todos, por isso é importante que o cliente primeiro analise a sua renda e seus gastos para saber se aquele preço se encaixa na sua realidade financeira. Outro importante fator é o consumidor procurar as instituições financeiras que disponibilizam financiamento para fazer uma planilha de projeções junto ao banco, que incluam pontos como valores das parcelas, financiamentos e juros. Esses são pontos que devem ser levados em consideração por quem está planejando a aquisição de um imóvel”, destaca o corretor.

Segundo um levantamento realizado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), as vendas de imóveis no segundo trimestre de 2019 apresentaram um aumento de 16% em relação ao mesmo período de 2018. Já em relação ao semestre, o aumento atingiu a marca de 12,1%.

O mercado imobiliário para os próximos cinco anos apresenta boas perspectivas de diminuição das taxas de juros, maiores garantias jurídicas e melhores condições de financiamentos. Tais fatores, se confirmados, serão importantes mecanismos para o gradativo reaquecimento do mercado com lançamento de novos empreendimentos.

Apesar de ter enfrentado alguns anos de crise, o mercado aos poucos vem passando por um processo de retomada do setor. Assim, as principais tendências para 2020 devem ser o aumento do investimento em tipos de financiamentos imobiliários, variedade de ofertas de crédito, valorização de imóveis e aumento de vendas online. Além disso, outras tendências importantes são o maior otimismo dos consumidores e investidores, preocupação com sustentabilidade, uso racional de recursos e uso de inovações tecnológicas.

“Nossa expectativa é bastante animadora, pois estamos passando por um momento de recuperação de mercado, onde a redução dos juros e as novas possibilidades de financiamento vão ser determinantes para o lançamento de novos empreendimentos e incremento nas vendas. A diminuição do desemprego é outro fator que pode contribuir para a aquisição da casa própria, uma vez que as pessoas ao terem empregos formais consequentemente terão mais possibilidades para adquirir sua residência por meio de financiamento ”, disse o presidente do Creci-PI, Nogueira Neto.

Fonte: Ascom Douglas

Próxima notícia

Dê sua opinião: