SAÚDE PÚBLICA

Casos de dengue aumentam 297,6% no Piauí

O número de municípios que registraram a doença também subiu de 86 para 163


O Aedes aegypti transmite dengue e chikungunya, também pode transmitir o vírus da zika

O Aedes aegypti transmite dengue e chikungunya, também pode transmitir o vírus da zika Foto: Divulgação

É assustador o número de casos de dengue registrados no Piauí em 2019. Dados do 31º Boletim Epidemiológico, divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde ( SESAPI), nessa sexta-feira (09), revelam que houve um aumento de 297,6% nos casos de dengue quando comparado com o mesmo período do ano passado. Em 2018 foram registrados 1.564 casos em 86 municípios, já este ano foram 6.218 casos em 163 cidades.

Os cinco municípios com maior incidência de notificações de dengue por 100 mil habitantes são Simplício Mendes, Alvorada do Gurguéia, Pavussu, Curimatá, Uruçuí. Não houve registro de novos óbitos por dengue na 31° semana epidemiológica.

Em Teresina foram notificados 60 casos de dengue, sendo que 59 foram confirmados. Desses casos, oito evoluíram para dengue grave. 



Chikungunya - Foram registrados ainda na 31° Semana epidemiológica um aumento de 63,2% em relação ao mesmo período de 2018 no que diz respeito as notificações de casos de Febre Chikungunya, foram 808 notificações provenientes de 42 municípios. Já em 2018, neste mesmo período foram registradas 495 notificações em 40 municípios. Neste ano ainda não houve registro de óbitos devido a Chikungunya.

Zika Vírus - O boletim aponta um aumento de 39,3% no número de notificações prováveis. Foram registradas 39 notificações de 20 municípios, em 2018 foram registradas 28 notificações em 11 municípios. Assim como em 2018 ainda não houvve registro de óbitos devido ao Zika Vírus.


Confira o boletim completo!

Fonte: Sesapi

Próxima notícia

Dê sua opinião: