RISCO DE INCÊNDIO

Com altas temperaturas, Teresina registra 5 focos de incêndio por dia

Somente este ano, 4,147 focos de incêndio foram registrados no Piauí


Corpo de Bombeiros em ação

Corpo de Bombeiros em ação Foto: Fernanda Ito Ota/Piauí Hoje

Somente neste ano, foram registrados 4.147 focos de calor no Piauí, que representa risco de incêndio. Neste período do B-R-Ó-BRO, os focos de calor se intensificam no Estado e neste mês de setembro esse número já chega a 841. Quando comparado ao mesmo período do ano passado, houve uma redução de 7% em relação ao total de focos registrados. 

Até setembro de 2018, foram contabilizados 4.500 focos de incêndio no Piauí. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), foram registrados 55 focos de incêndio somente em Teresina neste mês, equivalente a cinco por dia.

Focos de calor são dados capturados por satélites que normalmente são confirmados como incêndio ou queimadas. Um incêndio ou uma ocorrência podem gerar um ou vários focos de calor, dependendo da extensão da linha de fogo.

Foto: Arquivo Piauí Hoje

Recentemente, a secretária de Meio Ambiente, Sádia Castro, se reuniu com o Comandante Geral dos Bombeiros Militares, Carlos Frederico, para alinhar estratégias de preparação para combate ao fogo e condutas preventivas de proteção ao meio ambiente.A expectativa é que com a atuação conjunta consiga-se agir de forma mais incisiva em áreas emergenciais, tanto do cerrado quanto de áreas de proteção ambiental.  No Piauí, existem duas aeronaves de combate a incêndios florestais prontas a serem acionadas em situações mais extremas. 

 “Monitoramos diariamente os dados de focos de calor. Com esses dados disponibilizados pelo INPE, técnicos da Coordenação de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais da Semar checam essas detecções e proporcionando ataques iniciais rápidos evitando o alastramento do fogo”, afirma Sádia Castro.

Próxima notícia

Dê sua opinião: