LIÇÃO DE VIDA

Estudante de moda é discriminado no Dogão e pede que empresa não demita o funcionário

O funcionário do Dogão negou atender o estudante por ele usar uma blusa 'cropped'. A empresa chegou a demitir o funcionário e readmitiu a pedido da vítima


Estudante de moda deixa de ser atendido no Dogão por usar cropped

Estudante de moda deixa de ser atendido no Dogão por usar cropped Foto: Montagem Piauí Hoje

O estudante de Moda Davi Lutasi, 20 anos, relatou em suas redes sociais que foi constrangido na lanchonete Dogão, na Avenida Homero Castelo Branco, na zona Leste de Teresina, devido a um funcionário negar atendê-lo por usar uma blusa "cropped". 

David, que também é modelo, disse que o funcionário o pediu para ir vestir uma camisa. "Cheguei aqui no Dogão da Homero, estou aqui com o meu cropped e o cara simplesmente disse que eu não ia ser atendido, que era para eu sair daqui, que era para vestir minha roupa porque eu estava sem camisa [...] Fui constrangido dizendo que não seria atendido", disse.

Com mais de 4 mil seguidores no Instagram, o caso logo repercussão nas redes sociais.O Dogão chegou a demitir o funcionário, mas posteriormente houve uma reunião com as partes envolvidas na tarde dessa terça-feira (04) e o próprio Davi pediu que o funcionário fosse readmitido. A empresa divulgou uma nota no Instagram. 

Nota de esclarecimento do Dogão:

"O DOGÃO, sempre buscando o desejo social e de seus clientes, entrou rapidamente em contato com o Sr. @davilutasi, onde fora realizada uma reunião, pois buscamos sempre ouvir as partes envolvidas, colaborador e cliente. Conversamos com o Sr. Davi, começamos um entendimento, e conforme PEDIDO do mesmo, o colaborador teve sua demissão CANCELADA.
Reforçaremos o treinamento de atendimento ao cliente de toda a equipe, através de palestras e esclarecimentos. A família DOGÃO sempre prezou pelo respeito e admiração de nossos clientes, por isso buscaremos ações concretas que reforcem este sentimento. Acreditamos que "todo ser humano deve ser respeitado em sua essência". Reiteramos nosso pedido de desculpas ao Sr. @davilutasi e para todos os nossos clientes!".


Na nanhã desta quarta-feira (05), Davi também se posicionou e disse que não teve a intenção de prejudicar ninguém com a denúnica, mas que passou por uma situação de descriminação e constrangemimento, que muita gente passa e não tem coragem de expor. "Exigi que o funcionário que me destratou não fosse demitido, sei muito bem da dificuldade que é arranjar um emprego hoje em dia", disse o jovem.

Nota de Esclarecimento de Davi Lutasi:

 "Esse é o cropped mais famoso e falado de Teresina no momento. Com a minha denúncia, em nenhum momento tive intenção de prejudicar ninguém, passei por uma situação de descriminação e constrangimento que muita gente passa, mas nem todo mundo tem coragem de expor e denunciar como eu fiz. Gostaria de deixar claro que tive uma reunião com o proprietário da empresa em questão, e que exigi que o funcionário que me destratou NÃO FOSSE DEMITIDO, pedido esse que a empresa atendeu instantaneamente, justamente por eu não ter a intenção de fazer mal a ninguém (sei muito bem da dificuldade que é arranjar um emprego hoje em dia), além do mais senti sinceridade no pedido de desculpas do Sr. Valdivino (proprietário). Peço desculpas também ao funcionário por filmá-lo e toda a situação em si, mas foi o único meio que tive para registrar o ocorrido. Como solução, pedi que ao invés de demitir o funcionário, a empresa preparasse melhor seus colaboradores para que isso nunca mais se repita com ninguém em nenhum de seus estabelecimentos. Apesar de muitos terem apoiado e incentivado a ideia de processar a empresa pelo ocorrido, não consigo ser esse tipo de pessoa, ainda mais depois da conversa tão humanizada e de coração aberto que eu tive com o Sr. Valdivino, que assim como eu, aprendeu muito com essa “experiência”. O pedido de desculpas foi aceito, o funcionário continua trabalhando no estabelecimento e que a empresa possa melhorar e evoluir com esse infortúnio. Agradeço imensamente a todos que foram empáticos com a minha causa e me deram apoio ao longo dessa situação, juntos somos mais fortes. Daqui em diante muita paz e luz pra todos nós ❤️".

Próxima notícia

Dê sua opinião: