PANDEMIA

Frota de carros do Governo é remanejada para combate ao Coronavírus no Piauí

Secretário Merlong Solano garantiu que nenhum dos carros cedidos para o combate ao Covid-19 foi alugado ou comprado


Frota foi adesivada com campanha de combate ao Covid 19 no Piauí

Frota foi adesivada com campanha de combate ao Covid 19 no Piauí Foto: Piauihoje.com

O secretário de Estado da Administração e Previdência, Merlong Solano, esclareceu na tarde desta quinta-feira (09) que o Governo do Piauí está remanejando a frota de carros que o estado possui para o combate ao Coronavírus. Até o momento, 71 veículos foram remanejados para atender o enfrentamento ao novo vírus e à área da Segurança Pública no Piauí.

“Estamos praticando aqui no Piauí o que é praticado no mundo em momentos de grande emergência, o remanejamento de recursos materiais e, se necessário, o remanejamento de recursos humanos, tecnológicos e financeiros. É assim na Europa, Estados Unidos e países mais desenvolvidos. O Coronavírus é um grande inimigo, seu impacto humano está se mostrando muito pesado, seu impacto econômico é maior ainda, então em função disto, há prioridade no combate ao novo vírus e as equipes que lidam diretamente com ele precisam de reforço material, de equipamentos e, óbvio, que estamos com limites financeiros, por isso o remanejamento de veículos de outros órgãos que não estão diretamente envolvidos no combate ao Covid 19 para aqueles que estão diretamente envolvidos no combate ao novo vírus e à Segurança Pública”, esclareceu.

Segundo Merlong Solano, a SEADPREV é quem coordena o remanejamento de recursos durante essa situação de crise da pandemia do novo vírus no Piauí. 

"De segunda-feira (06) pra cá recebemos 71 veículos, todos pertencentes ao Governo e a serviço dos demais órgãos do Estado, com isso já destinamos 53 veículos para a Polícia Militar, 10 para Secretaria de Estado da Saúde, 4 para a Vigilância Sanitária, 2 para a Delegacia Geral, 2 para o HGV e Hospital Justino Luz de Picos", informou.

Ainda de acordo com o gestor, nenhum dos 71 carros foi alugado ou comprado, pois há uma resolução do Governo assinada pelo Secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, que determina a impossibilidade de novos contratos e pede a verificação da possibilidade de reduzir os contratos que o Estado possui atualmente, incluindo os contratos de locação de veículos.

"Não houve necessidade de alugar mais carros, estamos com restrição nesse sentido, nenhum desses veículos foi alugado ou comprado, trata-se de veículos pertencentes à frota do Estado e este trabalho vai continuar, nosso propósito é que à medida que novas demandas surjam da Polícia Militar e da Sesapi, a gente possa alocar novos veículos, quem sabe até chegar no número de 150 veículos", finalizou.

Matéria relacionada

Piauí já registrou sete mortes por Coronavírus

Próxima notícia

Dê sua opinião: