MULHER

Governo apoiará Campanha de Enfrentamento aos Ciclos de Violência Contra a Mulher

A governadora em exercício, Regina Sousa, reuniu-se, nesta segunda-feira (18), no Palácio de Karnak, com o coordenador da Pastoral da Juventude, Edmar […]


Violência contra a mulher

Violência contra a mulher Foto: © iStock

A governadora em exercício, Regina Sousa, reuniu-se, nesta segunda-feira (18), no Palácio de Karnak, com o coordenador da Pastoral da Juventude, Edmar Mota, e o coordenador Estadual de Juventude, Vicente Gomes. Na ocasião, foi firmada parceria para a realização da Campanha de Enfrentamento aos Ciclos de Violência Contra a Mulher.

Desde 2018, a Pastoral da Juventude vem trabalhando com a campanha e realizando ações e discussões sobre a temática de violência contra a mulher. “Essa campanha é muito importante em nível de Brasil e vamos trabalhar, cada vez mais forte, com ela aqui no Piauí tendo em vista os índices de violência que ainda são altos. Entendemos que esse tema é uma das prioridades da Pastoral e tem sido indispensável para o estado na luta em defesa das mulheres”, afirmou Edmar Mota.

O coordenador da Juventude chamou atenção para a importância da campanha. “A Pastoral da Juventude desenvolve diversas atividades por todo o estado junto à Igreja Católica e hoje nos apresentaram esse projeto sobre o ciclo de violência contra a mulher. Vamos trabalhar juntos e somar forças para fazer com que a campanha seja ressoada em cada paróquia, comunidade e em cada casa”, disse Vicente Gomes.

Em outubro, Regina Sousa participou da Caminhada em Defesa da Vida das Mulheres, uma das ações da campanha a nível estadual. “A pastoral tem se preocupado com temas muito atuais e pertinentes como o da violência contra nossas companheiras. No dia da caminhada fiquei encantada ao ver vários meninos participando e defendendo a vida das meninas e isso mostra um nível de consciência elevado. Portanto, é importante dialogar com a juventude sobre essa temática de gênero e buscar cada vez mais o apoio da sociedade para que possamos modificar a triste realidade de muitas mulheres”, destacou a governadora.

Sobre a Campanha

Desde 2018 a Pastoral da Juventude vem trabalhando com a Campanha Nacional de Enfrentamento aos Ciclos de Violência contra a Mulher. A conjuntura e os gritos que foram se ecoando e que ganharam força no 11º ENPJ em Manaus-AM (2015), mostrou que era preciso e necessário olhar com mais atenção para as realidades dolorosas que marcam a vida de tantas mulheres no país e no mundo. Em 2017 na Ampliada Nacional da PJ, em Crato-CE, a Pastoral da Juventude com o desejo de entender a complexidade dos ciclos de violência e as formas como se manifestam, e para não ser omissa diante desses gritos, a Pastoral da Juventude Nacional assume, como uma de suas prioridades para o triênio, a construção da Campanha Nacional de enfrentamento ao ciclo de violência contra a mulher, que aborda as diversas dimensões da realidade destas violências, entre elas: simbólica, psicológica, financeira, doméstica, sexual e midiática.

Fonte: CCOM

Próxima notícia

Dê sua opinião: