ODS

GT Agenda 2030 participa do Fórum Político de Alto Nível em Nova York

Evento, que acontece de 9 a 18 de julho, discutirá sucessos, desafios e lições aprendidas pelos países na implementação da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável


Grupo de Trabalho Agenda 2030

Grupo de Trabalho Agenda 2030 Foto: Ascom

Representantes de governos, organismos multilaterais e organizações da sociedade civil de todo o mundo vão se reunir em Nova York, de 9 a 18 de julho, para participar do Fórum Político de Alto Nível (High-level Political Forum – HLPF 2019). O Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030 (GT Agenda 2030), coalizão formada por mais de 40 organizações não governamentais, movimentos sociais, fóruns e fundações brasileiras que dissemina, promove e monitora a implementação dos ODS no país, marca presença no evento, que acontece na sede das Nações Unidas e já conta com mais de duas mil pessoas inscritas.

O tema do HLPF 2019 é "Empoderar pessoas e garantir a inclusão e a igualdade" e na ocasião serão discutidos sucessos, desafios e lições aprendidas pelos países na implementação da Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). "A Agenda 2030 nos orienta a usar os recursos do planeta com equilíbrio, sem deixar ninguém de fora do crescimento econômico. Sua implementação exige ações urgentes e articuladas, daí a necessidade de um acompanhamento anual, amplo e minucioso, do que vem sendo feito pelos países", afirma Alessandra Nilo, coordenadora geral da Gestos e cofacilitadora do GT Agenda 2030.

O Brasil foi um dos 47 entes nacionais que se comprometeram a mostrar, no HLPF 2019, a revisão e propostas de suas políticas públicas nos setores social e ambiental, mas o governo brasileiro já anunciou que desistiu de apresentar a sua Revisão Nacional Voluntária. Em protesto, o GT Agenda 2030 e a Rede ODS Brasil divulgaram uma nota repudiando a desistência, que foi traduzida para o inglês e será levada ao HLPF, juntamente com um folder institucional do grupo também em inglês.

Mesa redonda – Além de participar da programação do HLPF 2019, o GT Agenda 2030 realiza em Nova York a mesa redonda "How can the SDGs thrive in adverse political contexts?", no dia 17/07, na sede da World Vision International. O evento contará com representantes da sociedade civil, Nações Unidas e governos progressistas. Representantes da Argentina, Brasil, Estados Unidos, Filipinas e Reino Unido já confirmaram presença.

Durante a mesa redonda o GT Agenda 2030 irá antecipar alguns dados do Relatório Luz 2019, que será lançado em agosto no Brasil. O Relatório Luz analisa a implementação dos ODS no Brasil a partir de dados oficiais e evidências. A nova edição elenca uma série de retrocessos cometidos no último ano no país, como o desmonte do Ministério do Meio Ambiente; a proposta de reforma da Previdência; a tentativa de usurpar os direitos dos povos originários e tradicionais; o pacote anticrime, que agrava injustiças sociais e raciais; a liberação recorde de novos agrotóxicos; e os cortes na saúde e na educação, entre tantos outros.

A Agenda 2030 é um plano de ação para pessoas, para o planeta e para a prosperidade, ratificado em 2015 por 193 países, incluindo o Brasil, que visa à erradicação da pobreza extrema, ao combate à desigualdade e à injustiça e à contenção das mudanças climáticas. O HLPF foi criado em 2012, durante a conferência Rio+20, para ser a principal plataforma da ONU para acompanhamento e revisão dessa agenda e vem se reunindo anualmente desde 2013.

Fonte: Alex Cunha

Próxima notícia

Dê sua opinião: