ESCLARECIMENTO

Maternidade nega funcionamento com licença da ANVISA vencida

Denúncia foi feita após vistoria realizada por agentes do Tribunal de Contas do Estado que detectou ainda problemas estruturais e falta de limpeza na maternidade


Diversas irregularidades foram constatadas durante inspeção do TCE-PI

Diversas irregularidades foram constatadas durante inspeção do TCE-PI Foto: Reprodução

A direção da Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER) enviou nota de esclarecimento ao Piauihoje.com após denúncia do Tribunal de Contas do Estado que, em vistoria a 30 hospitais do Piauí, detectou diversas irregularidades nas unidades de saúde, em especial na maternidade da capital que funciona com licença da ANVISA vencida, de acordo com o TCE-PI.

A nota explica que

A Maternidade dona Evangelina Rosa (Mder) está com 92% de conformidades na relação elencada pela Divisa. Solicitamos o Alvará e está pronto. Amanhã (6) ele estará na Casa. Temos relatórios do CRM e do Conselho de Nutrição que apontam que não há irregularidades. Ainda por isso estamos promovendo limpeza no setor, com Pintura, troca de utensílios...etc.

A farmácia foi reformada e pintada recentemente. Esperamos, com esse trabalho de melhorias na Mder, esperar o resultado da visita do TCE para podermos nos debruçar sobre ele e fazer as adequações postas. Todos esses documentos citados estão nos setores e na secretaria da diretoria.

Licença é de 2017

Problemas na estrutura física da maternidade, limpeza irregular na cozinha e banheiros, armazenamento indevido de medicamentos foram alguns dos problemas encontrados nas instalações da unidade durante a vistoria realizada pelos agentes do Tribunal de Contas.

Próxima notícia

Dê sua opinião: