SAÚDE

Miss Brasil Mundo 2018, Jéssica Carvalho traz um recado importante sobre a hanseníase

O SUS disponibiliza o tratamento da doença em Unidades Básicas de Saúde e de referência em todo o país


Jéssica Carvalho

Jéssica Carvalho Foto: MIsse news

Nascida e criada em Parnaíba, no Piauí, Jéssica Carvalho está no último ano de medicina e tem o sonho de se tornar uma grande neurologista. Em 2018, a jovem de 23 anos foi eleita a Miss Brasil Mundo, a primeira nordestina a ganhar a competição em 25 anos. Representante brasileira no Miss World, um dos dois principais concursos de beleza do planeta, Jéssica faz um apelo importante aos brasileiros. 

“Olá, pessoal! Aqui é Jéssica Carvalho, Miss Brasil Mundo 2018. Gente, o Brasil está na segunda posição em número de casos de Hanseníase. Por causa disso, a doença é um caso sério de saúde pública no nosso país. Se você notar alguma mancha esbranquiçada, amarronzada ou avermelhada em qualquer parte do seu corpo com perda ou diminuição de sensibilidade, procure um posto de saúde. A hanseníase tem cura e quanto mais cedo a pessoa fizer o tratamento, menor chance de ter sequelas. E uma vez que se começa o tratamento, não há mais risco de contágio. Fique atento, procure ajuda e não tenha preconceito contra quem pegou esta doença.”

O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza o tratamento e acompanhamento da doença em Unidades Básicas de Saúde e de referência em todo o país. É importante lembrar que, logo no primeiro mês de tratamento, a pessoa já não transmite o bacilo. Por isso, é preciso que o paciente siga todo o tratamento, sempre de acordo com a orientação médica. Ao surgimento de qualquer mancha que tenha a perda ou diminuição da sensibilidade ao toque, ao calor ou frio, procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima e faça o teste. Quanto mais cedo o diagnóstico, menores as chances de sequelas. A hanseníase tem cura e o tratamento está disponível gratuitamente no SUS. Por isso, não esqueça: identificou, tratou, curou. Para mais informações acesse saúde.gov.br/hanseníase.

Créditos: Ministério da Saúde

Nascida e criada em Parnaíba, no Piauí, Jéssica Carvalho está no último ano de medicina e tem o sonho de se tornar uma grande neurologista. Em 2018, a jovem de 23 anos foi eleita a Miss Brasil Mundo, a primeira nordestina a ganhar a competição em 25 anos. Representante brasileira no Miss World, um dos dois principais concursos de beleza do planeta, Jéssica faz um apelo importante aos brasileiros. 

“Olá, pessoal! Aqui é Jéssica Carvalho, Miss Brasil Mundo 2018. Gente, o Brasil está na segunda posição em número de casos de Hanseníase. Por causa disso, a doença é um caso sério de saúde pública no nosso país. Se você notar alguma mancha esbranquiçada, amarronzada ou avermelhada em qualquer parte do seu corpo com perda ou diminuição de sensibilidade, procure um posto de saúde. A hanseníase tem cura e quanto mais cedo a pessoa fizer o tratamento, menor chance de ter sequelas. E uma vez que se começa o tratamento, não há mais risco de contágio. Fique atento, procure ajuda e não tenha preconceito contra quem pegou esta doença.”

O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza o tratamento e acompanhamento da doença em Unidades Básicas de Saúde e de referência em todo o país. É importante lembrar que, logo no primeiro mês de tratamento, a pessoa já não transmite o bacilo. Por isso, é preciso que o paciente siga todo o tratamento, sempre de acordo com a orientação médica. Ao surgimento de qualquer mancha que tenha a perda ou diminuição da sensibilidade ao toque, ao calor ou frio, procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima e faça o teste. Quanto mais cedo o diagnóstico, menores as chances de sequelas. A hanseníase tem cura e o tratamento está disponível gratuitamente no SUS. Por isso, não esqueça: identificou, tratou, curou. Para mais informações acesse saúde.gov.br/hanseníase.

Fonte: Agência Radio Mais

Próxima notícia

Dê sua opinião: