EDUCAÇÃO

Modelo de educação de Teresina poderá ser reproduzida em todo o país

O secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Jânio Carlos, esteve em Teresina para conhecer de perto o modelo de educação bem sucedido na capital


Secretário do MEC, Jânio Carlos Endo Macedo, em Teresina

Secretário do MEC, Jânio Carlos Endo Macedo, em Teresina Foto: Semec

O modelo da Educação Básica de Teresina poderá ser reproduzida em todo o país. Isso porque o secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Jânio Carlos Endo Macedo, esteve na capital para conhecer de perto o trabalho da educação municipal e em conversa com o secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma, e com técnicos da Secretaria Municipal de Educação (Semec), Jânio falou sobre o desejo de replicar o modelo bem sucedido de Teresina em todo Brasil.

A secretária executiva de Ensino da Semec, Irene Lustosa, apresentou ao secretário de Educação Básica do MEC as principais estratégias utilizadas por Teresina para alcançar, no ano passado, as melhores proficiências entre todas as capitais do Brasil. Jânio Carlos ficou impressionado com as boas práticas em gestão e as escolas de tempo integral.

“Teresina chegou a um modelo de educação que dá certo, com estratégias que funcionam bem e utilizando poucos recursos para isso. É esse formato que queremos replicar nas demais redes de ensino, o que Teresina vem conseguindo na prática, como a redução das repetências, do abandono escolar e oferecendo oportunidades reais para que os estudantes possam realizar seus sonhos”, disse o secretário Jânio Carlos.

A ideia de reproduzir o ensino de Teresina é elevar a qualidade no ensino no país. Os técnicos apontaram o planejamento estratégico, avaliação, gestão e formação de professores como pontos essenciais para os bons resultados.

Segundo Jânio Carlos, as informações técnicas colhidas na capital serão base para o planejamento do Ministério. “Se fala muito da educação de Teresina por todo o país, e o que vi pessoalmente vem corroborar com aquilo que acreditamos, que o investimento no ensino fundamental é essencial para a melhoria da qualidade de ensino no Brasil”, concluiu o secretário.

Fonte: Semec

Próxima notícia

Dê sua opinião: