MINIUSINAS

Lançada licitação para instalação de miniusinas de energia solar no Piauí

Governo diz que miniusinas vão entrar em funcionamento em janeiro de 2021 e que estado vai economizar R$ 7 milhões por ano com energia solar nos órgãos públicos


Lançamento da licitação da PPP para Miniusinas de Energia Solar

Lançamento da licitação da PPP para Miniusinas de Energia Solar Foto: Divulgação/CCOM

Em entrevista ao Piauihoje.com na tarde desta quarta-feira (15), o governador Wellington Dias, deu explicações sobre a economia de R$ 7 milhões que o estado terá a partir de 2021 com a instalação, funcionamento e gestão de oito miniusinas de energia solar no Piauí.

A produção de energia limpa será suficiente para atender a estrutura do governo, desde o Centro Administrativo a escolas, delegacias e hospitais na capital e interior do estado. Para isso, o Governo do Estado lançou nesta quarta-feira (15) o edital de licitação do projeto de Miniusinas de Energia Solar, que será construído via Parceria Público-Privada.

Para além da redução de custos com as receitas do estado, o governador citou o Piauí como região que passará a contribuir de maneira mais relevante para a preservação do Meio Ambiente, cujo modelo poderá ser adotado pelos municípios e também pelo Governo Federal.

“Estamos falando de economizar aproximadamente R$ 7, 6 milhões por ano na conta de luz que o estado paga. Vamos falar de mudanças climáticas, todo mundo está acompanhando o que acontece na Austrália que tem a ver com o efeito estufa e esse projeto deixa o Piauí cada vez mais como a região do mundo que fez uma opção de estimular a produção de energia limpa com hidrelétrica, energia solar e energia eólica”, disse.

A licitação vai acontecer no dia 9 de março, às 9h, no auditório da SeadPrev. Serão quatro lotes e as cidades piauienses que vão receber as miniusinas vão ser definidas após a contratação das concessionárias.

Próxima notícia

Dê sua opinião: