EDUCAÇÃO

Projeto Lei Maria da Penha em Cordel nas escolas retoma as atividades na segunda(18)

O cordelista Tião Simpatia é quem vai comandar as atividades


Projeto

Projeto Foto: Ascom

As atividades do Projeto Lei Maria da Penha em Cordel retornam às escolas municipais na segunda-feira (18). Levando versos de cordel de forma educativa para a conscientização de crianças sobre a violência doméstica, a ação acontece entre os dias 18 e 22 de novembro em 10 escolas espalhadas em Teresina.

O cordelista Tião Simpatia é quem vai comandar as atividades, fazendo a leitura dos cordéis com as crianças. Versos como “A Lei Maria da Penha está em pleno vigor. Não veio para punir homem mas para punir agressor. Pois em mulher não se bate nem mesmo com uma flor”, devem ser compartilhados com mais de 7.430 alunos somente durante esse segundo semestre. As escolas municipais Professor José Gomes Campos e Poeta da Costa e Silva irão abrir a nova etapa de atividades.

“Esse projeto vem sendo executado há mais de cinco anos. A gente utiliza a metodologia do lúdico, faz a leitura dos cordéis de forma integrativa com as crianças. Durante o ano, fazemos também a capacitação com os pedagogos, para que eles consigam desenvolver uma prática com os alunos, então os alunos já chegam sabendo como vai acontecer”, explica Lidiane Oliveira, gerente de Enfrentamento da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres.

Nesta nova etapa de atividades do projeto, a grande novidade será a abordagem especial voltada para os meninos. A ideia é engajar esse público visando à campanha de 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher, que este ano terá como foco o público masculino.

O projeto faz parte de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) e a Secretaria Municipal da Educação (Semec). Mais de 70 mil crianças já foram atendidas, em mais de 180 escolas em toda a capital.

Fonte: Ascom PMT

Próxima notícia

Dê sua opinião: