SAÚDE

"Piauí está preparado para lidar com o coronavírus", diz secretário Florentino Neto

De acordo com o secretário de Saúde, em caso de ocorrência, o Piauí está preparado para prestar assistência e previnir a população


Sesapi orienta imprensa sobre plano de contingência contra o coronavírus

Sesapi orienta imprensa sobre plano de contingência contra o coronavírus Foto: Alinny Maria

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) reuniu a imprensa na manhã desta quarta-feira (12) para informar sobre as ações do Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus 2019-nCoV. De acordo com o secretário de Estado da Saúde do Piauí, Florentino Neto, o objetivo do encontro é evitar a propagação de notícias falsas sobre a doença e dar transparência no fluxo de informações à população. 

"O plano de contigência da Sesapi passa por uma capacitação de profissionais, disseminação de informações de prevenção, por estruturação de mais leitos de isolamento, por um contato permanente com a COE (Centro de Operações Especiais), com o Minsitério da Sáúde e com a Organização Mundial de Saúde. Isso tudo para que a gente possa estar atento e sintonizado com esses organismos, atuando na assistência e prevenção. Estamos capacitando os profissionais, estruturando mais leitos e medidas relativas a compra de medicamentos, insumos e equipamentos de proteção individual. Estamos preparados em caso de ocorrência, vamos prestar assistência e previnir a população", esclarece o secretário.

Secretário Florentino Neto/Foto: Alinny Maria

O plano de contigência da Sesapi segue as orientações da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde e é composto de ações de monitoramento, de controle e de assistência. "Em relação à vigilância em saúde, temos o âmbito em saúde do trabalhador, vigilância do ambiente, epidemiológico e sanitária, que este último segue as orientações da Anvisa. As informações pertinentes basicamente se referem à higienização das mãos, que a população possa se sensibilizar da importância desse hábito, que é uma medida preventiva.A higienização das mãos controlam 80% das infecções, seja com água e sabão ou com alccól em gel. O coronavírus, segundo estudos preliminares, o vírus passa apenas 24 dias encubado", explica Dra. Amélia Costa, coordenadora de Epidemiologia.

Dr.José Noronha e Dra. Amélia Costa

Na reunião, foi apresentado à imprensa o Porta-voz da Sesapi, que ficará à frente de todas as orientações sobre o novo coronavírus. O porta-voz é o médico infectologista José Noronha, que é diretor do hospital Natan Portela, referência no atendimento de doenças infecciosas. 

"Estamos preparando toda a rede para receber esses pacientes, lembrando que não temos casos confirmados ainda. Estamos descentralizando, estruturando toda a rede hospitalar em vez de centrar em um único hospital de referência porque são patologias que já lidamos e esses casos vão chegar em Oeiras, em Floriano, e eu tenho que ter cuiado com esses pacientes. A rede está preparada para a transferência desses pacinetes", ressalta José Noronha, porta-voz da Sesapi.

Ainda segundo o porta-voz da Sesapi, desde o final do ano passado o Hospital Natan Portela está recebendo orientações do Ministério da Saúde para que atualizar a sua estrutura e alguns equipamentos independente do cornavírus. "Isso porque o hospital é uma referência em doenças infectocontagiosas em geral. Temos que estar com  amparado atualizado e o coronavírus veio para apressar as medidas que já  vinham sendo tomadas".

Próxima notícia

Dê sua opinião: