DÍVIDA

TJ e agespisa vao negociar debitos de clientes para evitar processos

Durante o encontro, também foi acordado o modo de seleção das dos clientes


Agespisa

Agespisa Foto: Divulgação

O Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI), por meio do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania de 2º Grau (Cejusc 2) e o Núcleo Permanente de Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), promoverá, em parceria com a Águas e Esgotos do Piauí S/A  (Agespisa), o primeiro balcão de negociações entre a empresa e devedores. A rodada de mediação será realizada de 4 a 8 de novembro. Nesta ocasião, clientes da empresa que estejam em situação de inadimplência poderão negociar o valor de suas dívidas com a Agespisa e evitar a judicialização da cobrança.

A parceria foi firmada nesta terça-feira (6), durante reunião que contou com a presença do desembargador Olímpio Galvão, coordenador do Cejusc 2; da magistrada Lucicleide Belo, coordenadora do Nupemec; de Genival Carvalho, presidente da Agespisa; além de outros representantes do Cejusc, do Nupemec e da empresa.

Durante o encontro, também foi acordado o modo de seleção das dos clientes que farão parte das negociações com a companhia: a Agespisa fará uma triagem dos clientes em situação de dívida para quem cartas-convites serão enviadas. A data-limite para o recebimento das cartas é até 15 dias antes do balcão. Por fim, a Agespisa também se comprometeu a selecionar 30 prepostos que participarão dos balcões.

Entusiasta da conciliação, o desembargador Olímpio Galvão afirma que "são ações como essas que provam a importância da conciliação e da resolução de litígios na otimização do sistema judiciário".

Fonte: Orlando Portela da Silva

Próxima notícia

Dê sua opinião: