TERESINA

Vídeo: funcionários do Zoonoses são suspeitos de maltratar animais durante resgate

O caso ocorreu no bairro Dirceu, na zona Sudeste da capital. O vídeo registrou um resgate agressivo e os protetores de animais querem punição dos agentes envolvidos


Vídeo mostra violência no resgate de animais em Teresina

Vídeo mostra violência no resgate de animais em Teresina Foto: Print do vídeo

Um vídeo que circula nas redes sociais tem causado revolta na população teresinense. As imagens mostram dois cachorros amarrados pelo pescoço e focinho durante o recolhimento de animais de ruas realizado por uma equipe do Centro de Zoonoses de Teresina. O vídeo foi feito por moradores e os protetores de animais cobram punição aos profissionais envolvidos.

O caso ocorreu no bairro Dirceu, zona Sudeste de Teresina. De acordo com testemunhas, os cães estavam em uma praça próxima a uma empresa de call center quando os profissionais do Zoonoses chegaram para recolhê-los.  No vídeo, uma protetora pede para que a cachorrinha seja solta e não seja levada para o Zoonoses porque há uma pessoa dizendo que é dona do animal, ainda assim o funcionário ignora e diz que terá que ir buscar o animal do Zoonoses. Durante o resgate, um dos cães chega a defecar enquanto é levado em direção ao veículo da equipe da equipe de resgate.

Uma moradora alerta que a corda estaria sufocando um dos animais. Um deles começou a sangrar pela boca. Por meio de nota, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) disse que vai instaurar processo administrativo para avaliar a conduta dos profissionais da Gezoon durante recolhimento de cães em situação de rua.


A Gerência de Zoonoses informou ainda que o recolhimento dos animais ocorreu a pedido de uma empresa via ofício, em que denunciava que os animais estavam soltos na porta da empresa atacando pessoas e funcionários. Ainda segundo o Zoonoses, houve tumulto no momento da apreensão dos animais e que isso dificultou o procedimento.

Por fim, o órgão informou que os animais ficarão no canil aguardando o prazo de 72h para serem recolhidos pelos donos, se houver. Caso contrário, os a animais serão encaminhados para a adoção. 

Nota do Zoonoses:

A Gerência de Zoonoses informa que recolhe animais agressores e com sintomatologia de algumas zoonoses. A Gezoon  recebeu a solicitação de uma empresa via oficio , denunciando que os animais estavam soltos na porta da empresa agredindo pessoas e funcionários, o que motivou o atendimento. Durante a ação, houve tumulto, ocasionando stress nos animais e dificultando a captura. Os animais se encontram no canil aguardando o prazo de 72 horas, previsto pelo código sanitário, para que os possíveis tutores possam ir buscá-los. Após este prazo, caso os tutores não apareçam os animais serão encaminhados para adoção.

Nota Fundação Municipal de Saúde

A FMS informa que irá instaurar processo administrativo para avaliar a conduta dos profissionais da Gezoon durante recolhimento de cães em situação de rua, conforme vídeo publicado nas redes sociais.

Informa também que recolheu os animais depois de denúncia de que eles estavam agredindo pessoas que estavam passando pela rua.

Atualmente, os cães encontram-se no canil aguardando o prazo de 72 horas, previsto pelo código sanitário, para que os possíveis tutores possam ir buscá-los. Após este prazo, caso os tutores não apareçam, os animais serão encaminhados para adoção.

Próxima notícia

Dê sua opinião: