CRIANÇAS

Volta às aulas: confira as dicas para montar uma lancheira saudável

O excesso de refrigerantes, salgados, biscoitos, podem levar a doenças crônicas e sem cura como Diabetes, Hipertensão, Doenças Cardíacas, Déficit de atenção, entre outros


Lancheiras criativas atraem a criançada

Lancheiras criativas atraem a criançada Foto: Imagem ilustrativa

A volta às aulas traz aos pais ou responsáveis a preocupação com o lanche diário que as crianças têm que levar para a escola. Muitos pais preferem montar a lancheira dos filhos que optar pela compra do alimento na cantina, que além de ficar mais caro, reduz os alimentos saudáveis da alimentação dos pequenos.  Mesmo com a correria do dia a dia, a professora Sâmia Aldecir reserva um tempo para montar com criatividade a lancheira das filhas, procurando sempre mantê-las saudáveis.

"Procuro sempre inovar e não sair muito do contexto de casa. Uso aquelas formas para cortar frutinhas, cortar o bolinho, para que seja algo atrativo para elas. Principalmente as frutas, que elas têm dificuldades de ingeri-las. Sempre coloco na lancheira algumas frutas que sei que elas não gostam, mas eu coloco porque um dia pode ser que elas sintam vontade de experimentá-las. Elas gostam muito de tapioquinha com frango desfiado ou com a carne desfiada, cuscuz com ovo. Eu coloco para elas uma garrafa térmica que é para conservar o suco natural geladinho. Coloco também castanha, tomate cereja, sanduíche natural, ovos de codorna e estou sempre mudando para não ficar a mesma coisa todos os dias", disse Sâmia, mãe da Samilly Vitoria, 5 anos, e da Sofia Rodrigues,  3 anos.

Frutas cortadas em formatos diferentes chamam a atenção das crianças

De acordo com a nutricionista Erica Moura, o essencial é manter o equilíbrio nutricional, mas tem que haver a aceitação da criança. "De nada vale mandar uma lancheira linda e equilibrada se não houver aceitação por parte da criança. Os lanches como chamamos popularmente, são as refeições de intervalo as grandes refeições, elas devem se encaixar dentro da alimentação do dia como uma opção que não comprometa as grandes refeições, como por exemplo o almoço e jantar. Devem vir de forma harmônica, equilibrada em vitaminas, minerais, fibras e serem fontes saudáveis de energia", explica a nutricionista.

Os pais que preferem adquirir lanches prontos, como refrigerantes, salgados, biscoitos recheados, pizza, entre outros, devem ficar atentos sobre a importância de investir em uma alimentação saudável para seus filhos. Segundo a nutricionista, esses alimentos são ricos em gorduras trans, gorduras suturadas e açúcares. "O excesso desses alimentos pode levar a doenças crônicas e sem cura como Diabetes, Hipertensão, Doenças Cardíacas, Déficit de atenção, Hiperatividade e transtornos relacionados ao Humor".

Erica Moura, nutricionista 

O lanche das crianças é indispensável, pois sem ele os alunos ficam muitas horas sem se alimentar e corre o risco de sofrer queda de glicemia, o que provoca a sonolência e consequentemente pode diminuir o rendimento escolar. Para ajudar os pais nessa missão, a nutricionista Erica Moura listou algumas dicas para montar a lancheira dos pequenos estudantes. Confira abaixo:

Dica 1 - programe a lancheira com a criança, essa negociação tem tudo pra dar certo;
Dica 2: sempre ter uma opção de fruta (comece com as mais aceitáveis, com um tempo vai variando e introduzindo as de baixa aceitação);
Dica 3: tenha uma opção de proteína (ex: crepioca, panqueca, ovos de codorna, iogurte natural);
Dica 4: trabalhe o dia livre, nesse dia a criança vai escolher uma opção que ela gosta muito de comer (atenção para as frituras e refrigerantes, tente convencer que eles não podem participar do cardápio);
Dica 5: pelo menos um dia da semana adicione na lancheira uma item surpresa saudável (ex: castanhas, nozes, frutas desidratadas, tomate cereja);
Dica 6: se forem optar por biscoitos, bolos e pães, prefiram as opções integrais, com poucos ingredientes nas preparações.

Próxima notícia

Dê sua opinião: