SAUDE

Mutirões de Cirurgias de Catarata vão realizar 600 procedimentos nos Municípios

Os procedimento cirúrgicos ocorrerão no Hospital Estadual Domingo Chaves, em Canto do Buriti e no Hospital Regional Deolindo Couto, em Oeiras, beneficiando 19 municípios


Mutirão da catarata

Mutirão da catarata Foto: Ascom

Mutirões de Cirurgias de Catarata vão realizar 600 procedimentos em Canto do Buriti e Oeiras

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) vai realizar nos dias 14, 15, 18 e 19 de dezembro 600 cirurgias de catarata no Hospital Estadual Domingo Chaves, em Canto do Buriti e no Hospital Regional Deolindo Couto, em Oeiras. No total, 19 municípios serão contemplados.

A diretora de Unidade de Descentralização e Organização Hospitalar da Sesapi, Joselma Oliveira, explica como foi a pactuação para a realização dos mutirões. "O quantitativo de vagas para cada município foi discutida e pactuada com os secretários de saúde, COSEMS Ee Sesapi,  em Reunião da Comissão Intergestora Regional na última quarta-feira dia 04 de dezembro. As triagens iniciarão nesta sexta-feira (6), no Hospital Estadual Domingos Chaves, em Canto do Buriti e na segunda-feira(9) no Espaço Católico Frei Jordão, em Oeiras".

O mutirão de cirurgias de catarata que será realizado no Hospital Estadual Domingos Chaves, no município de Canto do Buriti é uma ação do Governo do Estado do Piauí através da Secretaria de Estado da Saúde e contemplará os municípios de Brejo, Flores, Itaueira, Tamboril, Pajeú, Rio Grande, e acontecerá os dias 18 e 19 de dezembro.

 Já os municípios Bela Vista, Cajazeiras, Campinas, Colônia, Floresta, Isaías Coelho, Santa Rosa, Santo Inácio, São Francisco, São João da Varjota, Simplício Mendes, Tanque do Piauí, que fazem parte da Região de Saúde Vale do Canindé, receberão o mutirão de catarata nos dias 14 e 15 de dezembro no Hospital Regional Deolindo Couto, em Oeiras.

 Os mutirões de cirurgias eletivas estão dentro da estratégia de ampliação do acesso aos procedimentos cirúrgicos eletivos no âmbito do Sistema Único de Saúde e tem como objetivo desafogar os hospitais da capital e trazer mais comodidade para os pacientes.

 Os critérios de acesso são os da regulação de pacientes e a fila de espera tendo prioridade os usuários com maior tempo em fila e em condições hábeis para realização do procedimento cirúrgico após nova avaliação.

Fonte: Ascom SESAPI

Próxima notícia

Dê sua opinião: