SAÚDE

Número de atendimentos de urgência dobra no hospital Picos e Sesapi anuncia reforços

De acordo com Florentino Neto, diariamente são atendidos 300 pacientes no hospital, mas no último domingo esse número dobrou


Hospital Regional Justino Luz, em Picos

Hospital Regional Justino Luz, em Picos Foto: Sesapi/Divulgação

A urgência e emergência do Hospital Regional Justino Luz, em Picos, receberá reforços aos finais de semana. O anúncio foi feito pelo próprio secretário de Saúde do Estado, Florentino Neto, que visou o hospital juntamente com o presidente da Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares (FEPISERH), Welton Bandeira. O reforço no atendimento é devido a alta demanda registrada no último final de semana.

"Como nesse período do Natal e virada de ano, os serviços de Estratégia de Saúde da Família das cidades da macrorregião de Picos estão de recesso, muitos pacientes que eram para Atenção Básica procuraram o Hospital de Picos, que somados ao aumento da demanda do período, acarretaram numa saturação na capacidade de acolhimento, mas todos os pacientes foram sendo acomodados de forma regular", disse o secretário.

 De acordo com Florentino Neto, diariamente são atendidos 300 pacientes no hospital, mas no último domingo esse número dobrou. "Em média, são realizadas 25 tomografias diariamente, e domingo foram 57. Toda urgência e emergência vem passando por uma reforma que devemos entregar na sua integralidade agora em janeiro. E também vamos inaugurar o Centro de Parto Normal e a Casa da Gestante, além da Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal", completou.

O presidente da Fundação Hospitalar do Estado, Welton Bandeira, destacou que as medidas para os próximos fins de semana já foram tomadas. "Uma série de medidas estão sendo adotadas, sendo a principal delas, um reforço nas equipes de atendimento da urgência e emergência, aumentando o número de profissionais, para que esse aumento de demanda do período não gere atribulações no atendimento". Bandeira ainda revelou que já foram providenciadas mais macas e monitores para ampliar os atendimentos.

REFORMA

No último dia 29 de novembro, a 1° Vara dos Feitos da Fazenda Pública, através do juiz Aderson Antônio Brito Nogueira, autorizou a continuidade das obras do novo hospital, o Centro de Referência Médica. As obras estavam paralisadas desde 2016 devido a uma decisão judicial.

“Reformas e ampliações estão sendo executadas para melhorar a qualidade dos serviços de saúde para toda a população piauiense e agora poderemos retomar a construção do nosso novo hospital”, destacou o secretário.

Florentino disse ainda que quando inaugurado, o hospital atenderá cerca de meio milhão de pessoas provenientes de 60 municípios da região e que o projeto inicial prevê que a unidade contará com 260 leitos de enfermaria, 24 leitos de UTI adulto, central de processamento de resíduos, quatro salas de parto normal, auditório com 150 lugares, refeitório, biblioteca e toda a estrutura de um hospital-escola, de média e alta complexidade, tendo em vista que a unidade também receberá acadêmicos do curso de medicina da Universidade Federal do Piauí (Ufpi) de Picos.

Fonte: Com informações da Sesapi

Próxima notícia

Dê sua opinião: