POLUIÇÃO

OAB Piauí denuncia sujeira nas praias de Luís Correia

Após denúncia, sujeira foi retirada pela prefeitura. OAB diz que vai continuar acompanhando as praias


Sujeira inclui desde restos de alimentos a garrafas de bebidas

Sujeira inclui desde restos de alimentos a garrafas de bebidas Foto: Divulgação/OAB-PI

O presidente da Comissão de Defesa dos Direitos do Consumidor da OAB Piauí, advogado José Augusto, fez uma denúncia à Prefeitura da cidade de Luís Correia, por conta do lixo espalhado pelas barracas das praias. O presidente considerou a poluição como um 'péssimo exemplo' dos piauienses aos turistas que visitam o litoral do estado.

“Esse é um péssimo exemplo a quem chega no litoral piauiense. É importante dizer que os consumidores são surpreendidos com a venda de comidas e bebidas em local de mal cheiro, atraindo moscas. Os consumidores devem estar em locais limpos, sem poluição visual produzida por dejetos/lixos”, afirma.


Após a denuncia, realizada na sexta-feira (28), uma equipe da Prefeitura de Luís Correia esteve no local para fazer a limpeza. Apesar disso, o Presidente da comissão alerta que a sujeira tende a aumentar com as festas do fim de ano e que é inadmissível considerar normal poluir as praias da forma como está acontecendo afetando, inclusive, os direitos do consumidor que são desrespeitados por tamanha sujeira nas praias causando danos a higiene dos locais.

“Continuaremos acompanhando essa situação porque temos o direito de sermos respeitados enquanto consumidores. Sujeira, alimentação e meio ambiente não combinam. Precisamos preservar as nossas praias e também manter os espaços como atrações turísticas que atendam com qualidade a todos”, explica José Augusto.

Próxima notícia

Dê sua opinião: