MONSENHOR HIPÓLITO

Professores denunciam aplicação indevida de recursos do Fundef durante manifestação

Professores se uniram a outras categorias durante manifestação na manhã do último sábado (29) contra o prefeito Zenon Bezerra


Ato nas ruas de Monsenhor Hipólito

Ato nas ruas de Monsenhor Hipólito Foto: Reprodução/WhatsApp

Professores da rede municipal de Monsenhor Hipólito saíram às ruas na manhã do último sábado (29) em protesto contra o prefeito Zenon de Moura Bezerra. Os docentes alegam que o gestor não realizou a devida aplicação de recursos do Fundef, os quais devem ser destinados 60% para a remuneração de professores e 40% para investimento na Educação municipal.

De acordo com abaixo-assinado encaminhado pelos docentes ao prefeito, os recursos são oriundos da União Federal e foram pagos em forma de precatórios ao município referente ao período 1997-2006. 

O valor total do recurso é de dez milhões de reais, tendo a prefeitura recebido uma primeira parcela.

Durante a manifestação, os professores também reclamaram o descumprimento do Plano de Carreira, Cargos e Salários dos funcionários da cidade.

O documento destinado a Zenon requer, entre outros pedidos, reajuste salarial da progressão em 30%, cumprimento, em sua totalidade, do plano de carreira, cargos e salários, divisão e aplicação correta e prestação de contas do Fundef; implantação do retroativo de 20%, sendo 10% que foi retirado ainda em 2019 pelo município e 10% retirados em 2020.


Próxima notícia

Dê sua opinião: