REFORMA

Reforma e ampliação do Hospital de Picos devem ser entregues em março

O secretário da Saúde e o presidente da Fundação Hospitalar acompanharam o andamento das obras.


Visita ao Hospital

Visita ao Hospital Foto: Ascom

Em visita realizada, nessa segunda-feira (03), ao Hospital Regional Justino Luz, na cidade de Picos, o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, reuniu-se com membros da diretoria do hospital, da Fundação Hospitalar e com o deputado Pablo Santos para tratar sobre as obras de reforma e ampliação executadas na unidade.

Após a reunião, o secretário seguiu em vistoria na unidade, analisando o andamento das obras. “Com a conclusão das obras da ala B e da unidade de pronto atendimento teremos agregados mais 60 leitos à disposição do hospital. A conclusão das obras está prevista para o fim de março e temos consciência da importância que elas representam para um melhor atendimento da população de Picos e região”, pontuou Florentino Neto.

O secretário destacou ainda que o foco é a conclusão das obras para ter o hospital funcionando com 100% de sua capacidade até março.

O diretor da Fundação Hospitalar, Welton Bandeira, destacou a importância da conclusão das obras para fornecer melhorias para os cuidados com a saúde da população. “Estamos trabalhando para que, com a finalização das obras, os equipamentos já estejam aqui para que o funcionamento seja logo iniciado e a população possa ser beneficiada pelos serviços”, concluiu o gestor.

O deputado Pablo Santos, que retorna à presidência da Fundação Hospitalar agora em fevereiro, destacou a importância de manter a vistoria nas obras e os benefícios que as mesmas trarão para os serviços de saúde do hospital. “Com a ampliação e melhorias que as obras trarão para a população, teremos um grande avanço nos serviços de saúde. Temos recursos garantidos na Secretaria Municipal de Saúde, por meio do senador Marcelo Castro, no valor de aproximadamente R$ 4 milhões para a realização de mutirões de cirurgias, mas precisamos concluir as obras para podermos aplicar esses recursos na realização desses serviços”, ressalta o parlamentar.

Fonte: CCOM

Próxima notícia

Dê sua opinião: