JUSTIÇA

Justiça mantém prisão do assassino de Gabriel Brenno

A família da vítima organizou uma manifestação em frente ao fórum onde ocorreu a audiência de custódia


O acusado confessou o crime e chorou

O acusado confessou o crime e chorou Foto: Reprodução/TV

Atualizada às 11h30

O Tribunal de Justiça do Piauí decidiu, na manhã desta quinta-feira (08), manter a prisão de Deivid Ferreira de Sousa, suspeito de matar o estudante Gabriel Brenno, 21 anos, com um tiro na cabeça no Centro de Teresina. O suspeito será transferido ainda hoje para uma unidade prisional do Estado. 

A audiência de custódia foi realizada hoje no Fórum Criminal de Teresina e presidida pela juíza Patrícia Luz Cavalcante. Deivid de Sousa foi indiciado por homicídio qualificado e vai aguardar julgamento.  

Matéria original às 8h

Será realizada hoje (8), no Fórum do Tribunal de Justiça, a audiência de custódia de Deivid Ferreira de Sousa, de 34 anos, suspeito de matar o estudante Gabriel Brenno, 21 anos, com um tiro na cabeça. O suspeito foi preso nessa quarta-feira (7) após ser localizado pela polícia em uma casa no bairro Verde Lar, Zona Leste de Teresina. Deivid estava foragido há duas semanas.

O mestre de obras foi levado à sede da Secretaria de Segurança Pública, onde confessou o crime e disse à polícia que estava arrependido. Ele chorou e pediu perdão à família da vítima. Gabriel foi baleado no dia 17 de julho quando saía da pensão onde estava hospedado no Centro de Teresina. Após seis dias internado, o jovem não resistiu e faleceu.

Deivid estava sendo monitorado pela polícia há 10 dias e foi encontrado na casa onde foi cedida por familiares. De acordo com o delegado Carlos César Camelo, Deivid planejava deixar o estado e a família estava ajudando ele com a venda de um imóvel no valor de R$ 80 mil. Ainda segundo o delegado, as pessoas envolvidas em ajudar o suspeito na fuga poderão ser processados.

Manifestação - A família de Gabriel Brenno, que mora em Caxias (MA), vai acompanhar a audiência de custódia e fazer uma manifestação na frente do fórum com a intenção de sensibilizar o juiz que irá decidir sobre a prisão de Deivid. 

Gabriel Brenno


Fonte: Redação Piauí Hoje

Próxima notícia

Dê sua opinião: