DEPÓSITO DA PINTOS

Greco prende suspeitos de roubos milionários em Teresina

Três homens foram presos pelo roubo do depósito da Pintos e de um atelier de jóias


Edson Marle, John Leno e Maycon Araújo

Edson Marle, John Leno e Maycon Araújo Foto: Divulgação/Polícia Civil

O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), em parceria com a Delegacia de Polícia Civil de União,  prendeu três suspeitos de envolvimento nos roubos do depósito das Lojas Pintos, onde foram levados R$ 800 mil em celulares e de um atelier de jóias situado na zona Leste de Teresina, onde foram roubados R$ 500 mil em jóias.  Os presos  foram identificados como Edson Marle Bacelar da Silva,  Maycon Araújo de Moura, vulgo Maycon Sapão e John Leno Bacelar de Carvalho.  O prejuízo total é de R$ 1,3 milhão.

De acordo com o delegado Tales Gomes, Edson Marle e John Lenon são primos. Edson Marle é natural de União e teria entrado no mundo do crime neste ano e já tem quatro procedimentos instalados somente em Teresina. 

"São duas investigações do Greco, uma sobre o roubo da Pintos que ocorreu neste ano e foram recuperados vários celulares em um sítio na Taboca do Pau Ferrado, cerca de 800 mil reais em celulares. Já a outra é sobre o atelier de jóias, que o crime ocorreu no ano passado e foram roubados mais de 500 mil em jóias. As investigações evoluíram e conseguimos constatar que John Leno, que é natural de União, participou dos dois crimes. Foi contatado também a participação de Edson, primo de John Leno, e que a organização criminosa é chefiada pelo Maycon Moura, o sapão", disse o delegado.

Ainda segundo o delegado, mais prisões poderão acontecer e ele divulgou o número de  WhatsApp (86) 9 9978-0749 para quem tiver informações sobre os suspeitos que aparecem nas imagens no dia do roubo ao atelier. A polícia garante sigilo absoluto aos denunciantes. 

No assalto ao atelier de jóias, os criminosos passaram mais de 20 minutos e renderam as funcionárias com arma de fogo. No depósito da Pintos, o gerente foi rendido no final do expediente deposito da Pintos após o final do expediente eles renderam o gerente do depósito e depois de subtrair vários celulares - cerca de 800 mil reais em celulares - liberaram o gerente na estre foi liberado depois do roubo em uma estrada próximo a  Altos.


Fonte: Greco

Próxima notícia

Dê sua opinião: