CAMPO MAIOR

Homem é preso acusado de dopar mulheres para estuprar e roubar

Ação conjunta entre policiais militares e civis resultou na prisão do acusado durante a madrugada desta terça-feira (14)


Objetos apreendidos com o suspeito

Objetos apreendidos com o suspeito Foto: Portal De Olho

Um homem foi preso pela Polícia Civil de Campo Maior, a 80 quilômetros de Teresina, durante a madrugada desta terça-feira (14), suspeito de invadir casas, dopar as vítimas, roubar as residências e, em alguns casos, praticar estupros contra as moradoras. A prisão aconteceu em flagrante, no momento que o acusado tentava danificar uma cerca elétrica da casa de uma vítima e pular para dentro do imóvel por volta das 3h.

A investigação policial apontou que o homem escolhia residências de bairros periféricos de Campo Maior, onde residiam mulheres que morassem sozinhas. Os crimes vinham acontecendo há pelo menos duas semanas.

O preso usava clonazepam para dopar as vítimas e facilitar a ação criminosa. Ele colocava a medicação nas garrafas de águas das casas.

Um das vítimas relata que certa noite acordou com um homem tocando em suas partes íntimas, agachado ao lado de sua cama, quando então gritou e ele correu. Uma segunda vítima relatou que, por várias vezes, subtraíram dinheiro de sua carteira e algumas jóias.

Na casa do preso foram encontradas joias e dinheiro das vítimas, além do frasco com a medicação. O que intrigava os policiais era o fato dele não arrombar as portas, apenas danificar as cercas elétricas para ter acesso ao imóvel, porém as portas eram abertas sem sinal de arrombamento. Pelo menos seis campanas policiais foram realizadas para que o suspeito fosse preso.

CLONAZEPAM

O medicamento age para inibir o funcionamento do sistema nervoso central, permitindo relaxamento muscular e efeito tranquilizante e sedativo.

Próxima notícia

Dê sua opinião: