JUSTIÇA

Justiça manda prender empresário acusado de estuprar filho de 3 anos em Teresina

Robervani é dono da rede de pizzaria Ice Cream


Empresário preso por estuprar criança em Teresina

Empresário preso por estuprar criança em Teresina Foto: Redes sociais

A Justiça mandou prender o empresário Robervani Lima Machado Ferro, dono da pizzaria Ice Cream, acusado de estuprar o filho de três anos. No ano passado,  Robervani foi condenado pelo juiz Raimundo Holland Moura de Queiroz, da 6ª Vara Criminal da Comarca de Teresina, mas conseguiu o direito de recorrer da sentença em liberdade. Agora o Tribunal de Justiça do Piauí julgou parcialmente procedente o recurso de apelação interposto pelo Ministério Público Estadual, que condena o empresário a cumprir pena de 22 anos, dois meses e seis dias em regime fechado.

O Tribunal de Justiça determinou a expedição do mandado de prisão contra o acusado. A defesa já pediu a absolvição do empresário alegando falta de provas e disse que não vai se pronunciar sobre o caso. Ainda não há informações se o mandado de prisão já foi cumprido.

O caso - A investigação ocorre em segredo de Justiça. A vítima é o próprio filho do empresário e a denúncia partiu da mãe da criança. O crime teria ocorrido quando a criança ainda tinha três anos de idade e começou a apresentar comportamento estranho e adotar brincadeiras de cunho sexual. A mãe levou a criança ao psicólogo e foi orientada a afastá-lo das pessoas de seu convívio familiar e iniciar uma investigação policial.

O caso passou a ser investigado pela  Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente, onde foi aberto um inquérito policial e o estupro foi comprovado através de exame de corpo de delito. O próprio pai da criança foi apontado como autor do crime e condenado em primeira instância a 20 anos por estupro de vulnerável com materialidade e autoria comprovada.


Primeira sentença criminal 

Próxima notícia

Dê sua opinião: