ANUÁRIO 2019

Mortes violentas de pretos e pardos chega a 87% no Piauí

Mortes violentas intencionais diminuíram em 45,74% no Estado; Número de roubos aumentou na capital


Negros e pardos estão mais propensos a mortes violentas no Piauí

Negros e pardos estão mais propensos a mortes violentas no Piauí Foto: David Whittaker/Nappy

Nesta segunda-feira (13), a Secretaria de Segurança Pública (SSP-PI) apresentou os dados referentes aos índices criminais do Piauí. O Anuário 2019 aponta que o número de homicídios caiu 45,74% de 2014 a 2019 no estado. Já na capital o número de roubos aumentou em 5,35% e o número de roubos de veículos subiu 11,03% entre 2018 e 2019.

Secretário Fábio Abreu apresentou dados na Acadepol, zona Sul de Teresina

Em Teresina, 27% das mortes violentas intencionais foram registradas na zona Sul. As zonas Leste e Norte aparecem empatadas com 24% dos registros. O instrumento mais utilizado nos crimes foi arma de fogo, percentual de 73, 53%. Com relação ao gênero, 94,62% das mortes foram de homens e 5,38% de mulheres.

Levando em consideração os dados do Estado, as mortes violentas foram cometidas em maior parte contra negros e pardos, cujo percentual ficou em 87%. Brancos e indígenas registraram 13%.

Clique aqui e confira relatório

Clique aqui e confira o anuário

Próxima notícia

Dê sua opinião: