ESTELIONATO

Perfil fake que se passa pelo secretário Miguel Rosal diz ser do Detran de São Paulo

Segundo Miguel Rosal, o caso está sendo investigado pela Delegacia de Crimes Virtuais do Piauí


Miguel Rosal

Miguel Rosal Foto: Reprodução/Facebook

O Piauihoje.com descobriu um perfil fake no Facebook atribuído a Miguel Rosal, secretário municipal de Esporte e Lazer de Teresina, que tem recebido ameaça de morte após ter seu nome envolvido em um golpe de venda de veículos. O caso foi revelado ontem (10), pelo próprio gestor durante entrevista a uma rede de tv local.

Na descrição do perfil fake na rede social, Miguel aparece como funcionário do Detran de São Paulo e teria se formado em uma faculdade também do mesmo estado. A página usa uma foto do secretário no perfil e na foto de capa está uma imagem com a fachada da sede do Detran, possivelmente para reforçar e passar credibilidade de aquele perfil realmente trabalharia no órgão de trânsito.

O verdadeiro Miguel Rosal deixou um comentário na página do perfil fake denunciando o golpe

Segundo Miguel Rosal, bandidos estariam usando esse perfil para vender facilidades do Detran em venda de carros e motos que não foram a leilões e de carteira de habilitação. Começam a oferecer vantagens do órgão de trânsito dizendo que sou despachante do Detran. Fazem negociação, as pessoas depositam 50% do valor nas contas deles, as contas estão todas no Acre e no Amapá, já recebi cópias de negócios que estão em posse da polícia do crime virtual. Após receber o depósito bloqueiam os compradores”, revelou Miguel Rosal como funciona o esquema.

Após perceberem terem sido vítimas de golpes, diversas pessoas têm procurado o secretário, algumas o ameaçando de morte pelo suposto calote. Mas Miguel tem conseguido contornar a situação e explicar que é tão vítima quanto as próprias vítimas do caso.

Chama atenção o fato de a página falsa não ter nenhuma publicação desde que foi criada em maio de 2019, apenas atualizações de emprego, onde estudou, fotos de perfil e capa, o que poderia levantar suspeitas às vítimas de se tratar de um perfil fake. Ainda segundo Rosal, o golpe tem sido aplicado também através do WhatsApp.

Próxima notícia

Dê sua opinião: