FEMINICÍDIO

Piauiense é assassinada pelo ex-namorado dentro de escritório em São Paulo

O crime ocorreu no local de trabalho da vítima, no Jardim Chapadão, em Campinas Grande


Camila Barros

Camila Barros Foto: Arquivo pessoal

A piauiense Camilla Rodrigues Barros, 29 anos, foi assassinada na noite dessa sexta-feira (03) dentro do escritório onde trabalhava no Jardim Chapadão, em Campinas (SP).O autor do crime é um motorista de transporte por aplicativos e o ex-namorado da vítima, Luiz Pereira, de 40 anos. O suspeito  tirou a própria vida após matar a ex-companheira. 

De acordo com a polícia, ao chegar no local do crime havia dois duas pessoas com ferimentos de bala. O homem ainda foi socorrido com vida e levado ao hospital, mas não resistiu. Ele já havia atirado três vezes contra Camila, que morreu no local.

Policiais militares que atenderam a ocorrência apuraram que o casal havia se separado havia três meses e que Camila vinha recebendo ameaças de morte.  Nas redes sociais, Luiz Pereira que fez um post anunciando o crime e cometeu o ato em sequência.

Camilla era natural de Parnaíba, no litoral do Piauí, mas estava morando em São Paulo. O casal teve um relacionamento por dois anos e terminaram recentemente. Luiz não aceitava o fim da relação e isso motivou o crime.

O homem trabalhava como vigilante e por isso tinha porte de armas. Segundo os colegas, ele ficou abalado psicologicamente após o término do namoro. Atualmente Luiz era motorista de App. O caso foi encaminhado para registro no plantão da Polícia Civil.

Camila Barros

Próxima notícia

Dê sua opinião: